Observadores Certificados

Secretaria de Estado da Saúde de João Pessoa/PB alerta para o alto índice de sinistros de trânsito envolvendo motocicletas

Alta velocidade segue com um dos maiores agravantes na rotina do trânsito

Escrito por Portal ONSV

19 MAR 2024 - 08H58

Dados do boletim informativo da Secretaria de Estado da Saúde (SES) de João Pessoa, na Paraíba, sobre sinistros de trânsito em 2023, apontam que, dos 10.986 atendimentos motivados por ocorrência de trânsito na capital paraibana, 8.461 foram envolvendo motocicletas, representando 77% do total de ocorrências. A Observadora Certificada Abimadabe Vieira foi consultada pela reportagem do jornal Mais PB, na última sexta-feira (15), para explicar os motivos dessa alta de ocorrências entre motociclistas.

Conforme o levantamento, o número é expressivo e deve ser maior, já que contabiliza apenas os atendimentos recebidos pelo Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Ocorrências envolvendo motocicletas representam uma grave questão de saúde pública, com consequências muitas vezes irreparáveis para as vítimas e suas famílias.

A Observadora Certificada Abimadabe Veira explicou que a direção em alta velocidade segue com um dos maiores agravantes na rotina do trânsito. Tudo isso somado à pilotagem sem habilitação, às ultrapassagens perigosas e também à falta de uso devido dos acessórios de segurança, que acabam justificando o alto número de acidentes na capital.

Abimadabe também sugeriu que campanhas pedagógicas fossem feitas para melhor educar o uso massivo de motocicletas pelas vias da cidade.

“Se viesse uma campanha mostrando que nós temos um transporte coletivo digno, com um preço que cabe na mão, que cabe no bolso, desse jovem que está começando agora a vida, desse universitário, desse jovem que está começando a trabalhar, com certeza ele iria optar por andar no transporte coletivo em vez de estar se arriscando nas ruas”, comentou.

Na Paraíba, de acordo com o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, os acidentes de trânsito fizeram 851 vítimas fatais no último ano.

Leia a matéria completa: https://www.maispb.com.br/711957/sintur-alerta-para-alto-indice-de-acidentes-de-moto-em-joao-pessoa.html

Foto: Divulgação/Secom-PB.

Campinas_registra_maior_numero_de_mortes_no_transito_em_abril
Observadores Certificados

Campinas/SP registrou o maior número de mortes no trânsito no mês de abril

A CBN Campinas (99,1 FM), informou na última sexta-feira (17), que a cidade de Campinas, no interior de São Paulo, registrou aumento de 42% no número de vítimas fatais em sinistros de trânsito nos quatro primeiros meses de 2024, no comparativo com o mesmo período do ano anterior. O instrutor, educador de trânsito e Observador Certificado, Luiz Lima foi consultado pela reportagem para falar sobre esses dados.

Maio_Amarelo_psicologia_do_transito_comportamento_seguro
Observadores Certificados

Maio Amarelo, Psicologia do Trânsito e comportamento seguro

Na última segunda-feira (13), a Psicóloga do Trânsito e Observadora Certificada, Fernanda Prado, participou do programa Auto Papo, apresentado por Ney Rodrigues, na Rádio Bella FM (98,7), localizada no município de Cláudio, em Minas Gerais. O programa teve como tema o Movimento Maio Amarelo, abordando a sua origem, a quem se destina, a sua aplicabilidade e a importância do tema escolhido este ano, “Paz no Trânsito começa por Você”. Na oportunidade, também foi apresentado o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e falou-se sobre a Psicologia do Trânsito.

Live_Maio_Amarelo_programa_educa_pocos_de_caldas_mg
Observadores Certificados

Professores de escolas integrantes do Programa Educa em Poços de Caldas/MG promovem live sobre o Maio Amarelo

Foi realizada no início do mês de maio, a live “Maio Amarelo: paz no trânsito começa por você”, promovida pelo Centro de Referência do Professor – Cerpro, de Poços de Caldas, Minas Gerais, e transmitida pelo YouTube. O evento contou com a participação da Pedagoga, Observadora Certificada e integrante da equipe de coordenação do Programa Educa, Stefania Alvise; da Supervisora Pedagógica da SME (Secretaria Municipal de Educação), Débora Rita da Silva; e da Agente de Trânsito, Rebecca Job.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Observadores Certificados

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.