Loader
OBSERVATÓRIO avalia redução de mortes no trânsito do Paraná durante pandemia da covid-19, na rádio CBN Curitiba
25203
post-template-default,single,single-post,postid-25203,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

OBSERVATÓRIO avalia redução de mortes no trânsito do Paraná durante pandemia da covid-19, na rádio CBN Curitiba

OBSERVATÓRIO avalia redução de mortes no trânsito do Paraná durante pandemia da covid-19, na rádio CBN Curitiba

O vice-presidente do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Mauro Gil, foi entrevistado pela CBN Curitiba, na última sexta-feira (24/07), e falou sobre a queda no número de acidentes, feridos e mortes no trânsito, nas vias urbanas e rodovias estaduais do Paraná, durante o primeiro semestre de 2020, comparado ao ano anterior.

Segundo levantamento da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), entre janeiro e junho de 2020, foram registrados 35.606 acidentes, contra 46.759 no mesmo período de 2019. Houve também o registro de13.176 feridos e 454 óbitos este ano, contra 17.950 feridos e 564 mortes no ano passado.

“Mesmo que você perceba essa redução na estatística, nós temos que ter a percepção de que continuam acontecendo acidentes. As pessoas, nesse período de isolamento, até por terem essa impressão de terem menos carros circulando, também avançam um pouco naquilo que é a parte da segurança da velocidade”. O vice-presidente do OBSERVATÓRIO alerta: “É sempre importante reduzir o número de acidentes e consequentemente, você evitar danos, mortes e sequelas para as pessoas, mas ainda é um número preocupante, o número de acidentes que acontecem mesmo durante a pandemia”, encerra.

Mauro Gil também se diz preocupado com a imprudência no trânsito, pois a falta de consciência durante este período de pandemia pode fazer com que a vítima precise de um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não conseguir. “A pessoa que sofrer um acidente grave de trânsito, estará disputando um lugar na mesma UTI que a pessoa de covid também está buscando essa necessidade”, finaliza.

Leia a matéria em: https://cbncuritiba.com/pandemia-ajudou-a-diminuir-numero-de-acidentes-diz-pre/

No Comments

Post A Comment