fbpx
Loader
OCORRÊNCIAS DE TRÂNSITO ENVOLVENDO ÔNIBUS É TEMA DE REPORTAGEM NA RECORDTV
29921
post-template-default,single,single-post,postid-29921,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-28047

OCORRÊNCIAS DE TRÂNSITO ENVOLVENDO ÔNIBUS É TEMA DE REPORTAGEM NA RECORDTV

OCORRÊNCIAS DE TRÂNSITO ENVOLVENDO ÔNIBUS É TEMA DE REPORTAGEM NA RECORDTV

Brasil registrou quase 65 mil sinistros de trânsito nas estradas federais, aproximadamente 5.400 mortes, em 2021

O programa Hoje em Dia, da RecordTV, destacou como o déficit na fiscalização das rodovias federais dificulta a prevenção das ocorrências de trânsito que envolvem ônibus. O Técnico em Segurança no Trânsito e Observador Certificado pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Thyrso Guilarducci, foi consultado pela reportagem e falou sobre as possíveis causas dessas ocorrências nas rodovias.

Em 2021, o Brasil registrou quase 65 mil sinistros de trânsito nas estradas federais, com um saldo de aproximadamente 5.400 mortes. Os ônibus contribuíram de maneira significativa com essas estatísticas. E o fator humano lidera o ranking das causas dessas tragédias.

Segundo Thyrso Guilarducci, cansaço e excesso de velocidade estão entre os fatores que envolvem ônibus em sinistros de trânsito. “Problemas como cansaço, excesso de velocidade, velocidades inadequadas, mesmo dentro do limite legal da velocidade, o motorista pode não observar uma curva ou uma pista derrapante e entrar com uma velocidade reduzida, mas o ônibus seguir desgovernado e ir a um tombamento, capotamento, ou uma colisão frontal”, destacou.

O déficit na fiscalização nos 75 mil quilômetros da malha viária federal impede que boa parte dos ônibus irregulares seja retirada de circulação. Os estados de Minas Gerais, Santa Catarina e Paraná, lideram as ocorrências desse tipo. Foram 8.308, 7.882 e 7.330 ocorrências registradas nesses estados, respectivamente, conforme dados da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

O Observador Certificado destacou também a importância da concentração para quem está conduzindo um veículo. “As distrações são grandes fatores que levam ao sinistro de trânsito de altas gravidades. A capacidade cognitiva da pessoa é reduzida em mais de 50%, no momento em que ele se distrai, mesmo no telefone viva-voz. Porque dirigir exige atenção full-time”, encerrou.

Assista à reportagem completa: https://recordtv.r7.com/hoje-em-dia/videos/deficit-na-fiscalizacao-dificulta-prevencao-aos-acidentes-com-onibus-17062022

No Comments

Post A Comment