OBSERVATÓRIO | Questão de saúde pública, violência no trânsito afeta diretamente o SUS
22206
post-template-default,single,single-post,postid-22206,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Questão de saúde pública, violência no trânsito afeta diretamente o SUS

Questão de saúde pública, violência no trânsito afeta diretamente o SUS

Por ano, morrem cerca de 40 mil pessoas vítimas da violência do trânsito no Brasil e, para cada morte, sete vítimas seguem na UTI. Segundo dados do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária (ONSV), o custo anual no sistema público de internações, provenientes dessas falhas no trânsito chegam a R$ 52 bilhões.

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), os riscos do trânsito são três vezes maiores em países de baixa renda, como explica a matéria do blog do CEE-Fiocruz, no site do jornal “GGN”.

Para Ednilsa Ramos, do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Careli (Claves/Ensp/Fiocruz),“No Brasil, acidente de trânsito e homicídio constituem mais de 50% das mortes por causas externas”, ela frisa que, “São quase 40 mil pessoas mortas devido ao trânsito. É preciso estarmos conscientizados em relação a isso. A prevenção por meio das leis é muito importante e entender e valorizar essas medidas é essencial para proteção da vida”.

Leia a matéria em: https://jornalggn.com.br/analise/acidentes-de-transito-afetam-diretamente-o-sus/

1Comentário
  • CFC FENIX
    Postado às 16:00h, 02 julho Responder

    parabéns ao observatório nacional de segurança viária por esta matéria e de suma importância divulgar estes dados reais aos cidadãos,pois só assim teremos um transito seguro.Mas e bom lembrar que pessoas que tem o poder da caneta como o deputado (GENERAL PETERNELLI ), Que está com um projeto de lei em andamento de numero 3781/2019 que visa acabar com os profissionais da área dos CFCs ,passando a aprendizagem dos mesmos para qualquer um mesmo não tendo qualificação.

Escreva um comentário