OBSERVATÓRIO | Reportagem do Jornal O Globo mostra os números da guerra no trânsito
22189
post-template-default,single,single-post,postid-22189,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Reportagem do Jornal O Globo mostra os números da guerra no trânsito

Reportagem do Jornal O Globo mostra os números da guerra no trânsito

O Jornal O Globo de 30 de julho publicou reportagem que traça um panorama das mortes por acidentes de trânsito no país. De acordo com os números levantados pelos jornalistas Marlen Couto e Marcelo Remigio, há uma morte a cada 15 minutos, uma verdadeira guerra no trânsito! Em 20 anos desde o início do novo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) os números dos acidentes de trânsito têm oscilado entre 30 e 40 mil ao ano, o que reflete em custos em diversas áreas sociais.

De 1998 até 2017 foram computadas 734.938 mortes no trânsito, o dobro de mortes por câncer de pulmão e maior que o número de vítimas fatais por armas de fogo, apurou a reportagem.

Para José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, que foi ouvido pelo jornal, não é tirando radares que se resolve os problemas do trânsito, mas sim, aumentando a fiscalização. “O essencial está no comportamento do motorista. O trânsito nunca foi tratado como tema de governo e está sendo politizado”, diz Ramalho.

 

[pdf-embedder url=”http://www.onsv.org.br/wp-content/uploads/2019/07/Infoglobo-pag-14-1.pdf” title=”Infoglobo – pag 14″][pdf-embedder url=”http://www.onsv.org.br/wp-content/uploads/2019/07/Infoglobo-pag-15.pdf” title=”Infoglobo – pag 15″][pdf-embedder url=”http://www.onsv.org.br/wp-content/uploads/2019/07/Infoglobo-capa-30.6.pdf” title=”Infoglobo capa – 30.6″]

4 Comentários
  • CFC FENIX
    Postado às 17:28h, 01 julho Responder

    boa tarde e ainda temos deputados querendo tirar da mão do cfc as aulas teôricas e praticas como este General Peternelli com a PL 3781/2019,Onde vamos parar com estes policos que não tem conhecimento e muito menos comprometimento com nada.

    • José Maria marin
      Postado às 19:32h, 02 julho Responder

      CFC fenix creio que seria muito melhor, auto escolas hoje não ensinam nada, ainda te tratam como lixo, desorganizados e sem didática alguma

  • José Maria marin
    Postado às 19:31h, 02 julho Responder

    CFC fenix creio que seria muito melhor, auto escolas hoje não ensinam nada, ainda te tratam como lixo, desorganizados e sem didática alguma.

    • Cândido Fabiano da Silva Souza
      Postado às 08:38h, 25 julho Responder

      Sr José Maria Marin, acho que mesmo que vc tenha tido uma experiência negativa em alguma auto escola, isso não te dá o direito de sair por aí disparando contra todos, para tudo na vida existe os bons e os maus profissionais, trabalho como instrutor a 10 anos e me esforço o máximo para formar bons condutores, porém muitos jovens já vêm com essa idéia formada por influência de condutores mais experientes que deveriam estar dando o exemplo, e o que acontece na maioria das vezes é o contrário, toda semana tem condutores “experientes ” fazendo RECICLAGEM em todas as auto escolas. A educação vem vem de casa, aqui se ensina regras de trânsito, obedecê-las vai de cada um., e “Para ser um bom motorista requer tempo, experiência, habilidade e principalmente ESCOLHA”.

Escreva um comentário