fbpx
Loader
Segurança e acessibilidade para ciclistas de Poços de Caldas/MG é tema de reportagem da TV Poços
26240
post-template-default,single,single-post,postid-26240,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

Segurança e acessibilidade para ciclistas de Poços de Caldas/MG é tema de reportagem da TV Poços

Segurança e acessibilidade para ciclistas de Poços de Caldas/MG é tema de reportagem da TV Poços

Observadora Certificada do OBSERVATÓRIO defende investimento em mobilidade urbana e educação para o trânsito

Falta de investimento em mobilidade urbana e infraestrutura para a prática de ciclismo em Poços de Caldas, cidade do Sul de Minas Gerais, é tema da reportagem da TV Poços que ouviu praticantes do esporte e a Observadora Certificada do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Stefania Alvise.

Com a pandemia de covid-19, as pessoas voltaram a experimentar novas formas de convivência, distração e locomoção. O uso da bicicleta para práticas de exercícios ou como meio de locomoção voltou a ser empregado por uma parcela da população poços-caldense, que encontra dificuldades em realizá-las pela precariedade ou ausência de espaços adequados para essas práticas como relataram os ciclistas na reportagem.

Segundo a Observadora Certificada Stefania Alvise comenta, como houve um aumento no uso das bicicletas recentemente, é preciso que a gestão municipal invista mais na mobilidade urbana: “É hora de a cidade prestar bastante atenção nessa parte de mobilidade urbana, acessibilidade e investir na infraestrutura, na construção, na interligação das ciclovias”.

A reportagem ouviu os pedidos e reclamações feitos pelos ciclistas da cidade, assim como, as preocupações pela falta de espaço e segurança adequada para a prática do esporte. Stefania finalizou a reportagem com um alertar sobre o respeito às regras de trânsito tanto por parte dos condutores, quanto pelos ciclistas.

“Respeitem as bicicletas no trânsito, dando o distanciamento de 1,5 metro, porque houve um estudo que [demonstra que] 1,5 metro, caso a pessoa caia, não venha a sofrer grandes acidentes ou atropelamentos. Então, mantenha o distanciamento. O que as pessoas fazem muitas vezes, é uma falta de educação no trânsito, apertando e fazendo com que os ciclistas muitas vezes saiam até da rua. Na calçada não é o lugar do ciclista andar! O ciclista por sua vez também, deve respeitar o Código de Trânsito Brasileiro, andar sempre na mão da via, respeitar o semáforo, então tem uma série de condutas também e, os EPI’s necessários que os ciclistas devem usar”, encerra.

Assista à reportagem completa em:

https://www.facebook.com/tvpocos/videos/5619728601386067

Imagem: TV Poços

No Comments

Post A Comment