OBSERVATÓRIO | A Fórmula 1 Entra com Toda a sua Força na Campanha de Segurança no Trânsito
1880
post-template-default,single,single-post,postid-1880,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

A Fórmula 1 Entra com Toda a sua Força na Campanha de Segurança no Trânsito

A Fórmula 1 Entra com Toda a sua Força na Campanha de Segurança no Trânsito


A Fórmula 1 Entra com Toda a sua Força na Campanha de Segurança no Trânsito

Um bom exemplo que deve ser seguido e vem de encontro ao que prega e postula o Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV)

A ONU (Organização das Nações Unidas) começou com a sua Década Mundial de Ação pela Segurança Viária, a FIA (Fédération de l’Automobile)  seguiu imediata e contemporaneamente com a sua “Action for Road Safety”. Todos preocupados com um problema que, se não for encarado com a devida seriedade, vai afetar o desenvolvimento sustentável de vários países.

A Formula 1 como maior expressão das competições a motor que existe, verdadeiro laboratório de ideias, palco de invenções e passarela de soluções automotivas naturalmente não poderia ficar de fora desse esforço coletivo. No último GP da Europa, disputado em Valência na Espanha nos aerofólios dianteiros de todos os monopostos  da F1, em área privilegiada, lá estava a marca “Action for Road Safety” da FIA. Um espaço nobre para falar de uma ação mais nobre ainda.

Passa a representar então uma bandeira maior de todos os que promovem a prática de conceitos que ajudem a evitar acidentes e minimizar os seus impactos econômicos e sociais.

“A F1 empresta sua força e presta serviço a organizações como o nosso Observatório” diz José Aurélio Ramalho, Presidente da entidade sem fins lucrativos e que “preocupada com os altos índices de acidentes no trânsito brasileiro será um agente catalisador da sociedade brasileira desenvolvendo e gerindo ações de segurança viária e veicular.” Ganha cada vez mais espaço executando ações que gerem soluções eficientes necessárias ao convívio harmônico entre pessoas, veículo se vias.”

“Com a F1 ao nosso lado” continua Ramalho, “mesmo que apenas de forma indireta e institucional, mostra que é grande o número de pessoas e empresas. que sabem que a solução existe. Mas que passa por detalhada análise e avaliação para que possa gerar educação, pesquisa, desenvolvimento e informação que culminem em uma eficiente prevenção para esse verdadeiro problema de saúde pública.”

Por Carlos Lua Cintra Mauro

Sem comentários

Escreva um comentário