OBSERVATÓRIO | Animais exigem equipamentos específicos para serem transportados
4306
post-template-default,single,single-post,postid-4306,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Animais exigem equipamentos específicos para serem transportados

Animais exigem equipamentos específicos para serem transportados

Conheça as recomendações do OBSERVATÓRIO em mais um vídeo educativo

Não são apenas as pessoas que exigem equipamentos de segurança dentro do veículo, se você tem animais deve providenciar também dispositivos como caixas e gaiolas que reduzem os riscos de acidentes para o seu pet e para todos que estejam no veículo.

Algumas orientações são básicas no transporte seguro do seu animal como, por exemplo, não deixá-lo solto, não transportá-lo no banco da frente ou mesmo no porta-malas.

Em caso de acidentes, se o animal estiver solto, além de se machucar, poderá colocar em risco a integridade dos outros ocupantes do veículo. “Animais soltos e se divertindo nas janelas, são cenas proibidas mesmo”, alerta o ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária), neste vídeo educativo.

Os animais de grande porte exigem ainda mais cuidados e o OBSERVATÓRIO recomenda a adoção de cinto específico e grades entre eles e o motorista. Já aqueles de porte pequeno, não dispensam gaiolas adequadas ao transporte.

Outros cuidados devem ser acrescidos pelo motorista, lembra o OBSERVATÓRIO. “O dono do animal deve evitar alimentá-lo até três horas antes de realizar o percurso. Evite dar água e comida para que o animal não fique enjoado durante o percurso. Mas ao longo do trajeto, você poderá alimentá-lo com pequenas quantidades de comidas”.

A segurança do seu animal depende de você e a sua segurança é ampliada quando age com responsabilidade com seu animal.

Assista a íntegra do vídeo Transporte de Animais, que traz muito mais informações e dicas para viagens tranquilas com o seu pet.

Sem comentários

Escreva um comentário