OBSERVATÓRIO | Baliza: confira as dicas para fazer essa manobra, sem estresse
5197
post-template-default,single,single-post,postid-5197,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Baliza: confira as dicas para fazer essa manobra, sem estresse

Baliza: confira as dicas para fazer essa manobra, sem estresse

Pode parecer simples, mas para muitos não é. A baliza é uma das manobras que mais exige habilidade dos condutores. Durante as aulas nos CFCs – Centros de Formação de Condutores, ela chega a ser um terror para os iniciantes; sendo uma das principais responsáveis por reprovações ou perdas de pontos na hora das provas de direção. Mesmo depois de conquistar a Carteira Nacional de Habilitação, tem muita gente que desiste de tentar executar essa manobra, fugindo de situações nas quais têm que estacionar o carro em vagas nas ruas, entre dois veículos.

Para lidar bem com essa situação, lembre-se sempre que a baliza é uma manobra que requer tempo. Não se desespere na hora de executá-la porque existem carros na rua, esperando você entrar. Essa manobra não pode e não deve ser feita em alta velocidade, pois é preciso checar o espaço, olhar os retrovisores e seguir alguns passos para que tudo saia bem.

Para fazer a baliza, sem estresse, siga essas orientações:

  • Pensou em estacionar, acione a seta, para sinalizar aos outros que você vai entrar numa vaga. O mesmo vale se você estiver saindo da vaga. Sinalize, sempre!
  • Coloque o seu carro em paralelo ao carro à frente da vaga desejada.
  • A traseira do seu carro deve estar no mesmo alinhamento da do carro estacionado.
  • Coloque o carro na ré.
  • Gire o volante para o lado que você vai entrar. E comece a dar a ré, com tranquilidade. Não encoste no meio fio. Para quem sempre se confunde com as voltas do volante, existe um macete bem fácil. Num carro com direção hidráulica, faz-se uma volta e meia no volante e, no sem direção hidráulica, duas voltas.
  • Olhe para o retrovisor, quando você conseguir enxergar a metade do carro de trás no espelho é hora de começar a inverter o volante. Gire o volante para o lado contrário para se posicionar-se dentro da vaga e entre os dois carros.
  • Agora, coloque a primeira marcha e alinhe o volante. Ajuste o carro na vaga e pronto. Está concluída a baliza.

É claro que em algumas áreas como as de grande circulação, a atenção precisa ser redobrada e a manobra não deve ser demasiadamente demorada para evitar parar o trânsito por muito tempo – aqui, vale o bom-senso mais uma vez. Se você está ainda inseguro para executar essa manobra, procure espaços mais calmos, até se sentir treinado.

O outro lado – Agora, se você condutor está diante de alguém fazendo baliza, procure não fazer pressão, pois só atrapalha; e pode fazer com que o outro motorista demore ainda mais para fazer a manobra. Compartilhar o trânsito exige paciência com os demais motoristas, é sempre bom lembrar. Uma dose de urbanidade contribui para que a paz no trânsito seja uma realidade.

Sem comentários

Escreva um comentário