OBSERVATÓRIO | Dicas para viagem segura durante a noite
8819
post-template-default,single,single-post,postid-8819,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Dicas para viagem segura durante a noite

Dicas para viagem segura durante a noite

OBSERVATÓRIO elenca seis atitudes que não devem ser esquecidas pelas pessoas que gostam (ou precisam) de viajar no período noturno

Tranquilidade, silêncio nas estradas, temperatura mais agradável, menor fluxo de veículos e risco de engarrafamento bem reduzido. Viajar durante a noite tem mesmo muitas vantagens.  Mas tem, também, desvantagens como a baixa visibilidade, que é um fator de risco para acidentes, e menor segurança.  Lembre-se, ainda,  que a visão periférica é reduzida durante a noite, assim como a capacidade de avaliar distâncias.

Se, apesar disso, você considerar as vantagens como preponderantes e preferir mesmo viajar durante a noite, considere algumas dicas que o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária elenca abaixo para uma viagem segura e dirija sempre de modo responsável, priorizando não apenas a sua vida, como também a de quem transporta e, ainda, dos que compartilham as vias com você:

 

  • Esteja descansado ao sair de casa. Procure dormir bem antes de iniciar a viagem.
  • É aconselhável conhecer bem o roteiro para ter ciência dos trechos que podem oferecer riscos e os que são seguros.
  • Se a viagem for longa, planeje as paradas que terá de fazer para descanso.
  • Verifique, antes de sair, as condições mecânicas de seu carro. Faça um check-up em faróis, setas, limpador de para-brisa, pneus, freios, estepe, triângulo, macaco, etc. O para-brisa deve estar limpo por dentro e por fora e todos os itens de segurança devem estar em perfeito funcionamento.
  • Não esqueça de abastecer seu veículo, já que, se representa transtorno durante o dia, uma pane seca à noite é ainda pior.
  • Nunca pare no acostamento. Não é seguro, e você ainda corre o risco de provocar um acidente. Em ande parte das rodovias brasileiras existe postos de combustíveis em distâncias regulares nos quais é possível estacionar o veículo, comer, tomar um café e descansar.  Há, ainda, os refúgios especialmente criados para paradas momentâneas, são mais seguros e pensados para este fim.
Sem comentários

Escreva um comentário