Loader
Embriaguez ao volante em Poços de Caldas/MG é um desafio durante a pandemia
25275
post-template-default,single,single-post,postid-25275,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

Embriaguez ao volante em Poços de Caldas/MG é um desafio durante a pandemia

Embriaguez ao volante em Poços de Caldas/MG é um desafio durante a pandemia

Embriaguez ao volante é matéria da TV Plan de Poços de Caldas (MG). Segundo levantamento da Polícia Militar de Minas Gerais, foram registradas 74 ocorrências na cidade, entre janeiro e julho deste ano envolvendo embriaguez ao volante. A Observadora Certificada do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Stefania Alvise, alertou a população sobre a responsabilidade no trânsito mesmo durante a pandemia.

Segundo explica a Observadora Certificada: “Cada vez mais, estamos tendo acidentes envolvendo pessoas que bebem e muitas vezes, usam drogas, e 0,2% de álcool no sangue já é o suficiente para que o veículo seja apreendido. É uma infração gravíssima prevista no artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro. A multa é dez vezes o valor da multa atual (R$ 2.934,70), o veículo é recolhido. Então, não vale a pena!”

A Observadora Certificada ressalta a imprudência das pessoas no trânsito durante o período de pandemia e alerta que a segurança viária é uma responsabilidade de todos: “A pessoa acha que pode tomar uma cervejinha, misturar uma coisinha e está boa para dirigir e, na verdade, está cometendo um crime. Então, é necessário que as pessoas observem agora na época de pandemia que 30% dos leitos de hospitais são ocupados por pessoas que sofrem acidentes no trânsito, é necessário que esses leitos sejam disponibilizados para o momento em que estamos”, diz.

Stefania alerta para o fato de que 35% dos acidentes de trânsito acontecem com os passageiros. Uma vez que, inconscientemente o ser humano tem a necessidade de se proteger, então, no momento do acidente, ele joga o veículo para o lado do passageiro. E encerra com uma dica: “Se você estiver acompanhado de uma pessoa que bebeu, existem vários tipos de transportes hoje em dia que podem ser utilizados e, aprender a falar não é a principal regra para evitar os acidentes no trânsito”, encerra.

Assista à reportagem: https://www.facebook.com/tvplanweb/videos/656210814981540

No Comments

Post A Comment