OBSERVATÓRIO | Início da fiscalização de nova lei do trânsito começa em pouco mais de 15 dias
6298
post-template-default,single,single-post,postid-6298,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Início da fiscalização de nova lei do trânsito começa em pouco mais de 15 dias

Início da fiscalização de nova lei do trânsito começa em pouco mais de 15 dias

Determinação é de que veículos circulem em rodovias com faróis acesos mesmo durante o dia;  equipamentos são importantes mecanismo de segurança e de comunicação

farol-baixo-660

Em pouco mais de 15 dias está previsto o início da fiscalização da mais recente alteração no Código de Trânsito Brasileiro (CTB):  a Lei 13.290, publicada no dia 24 de maio, que determina a necessidade de os veículos trafegarem com farol baixo aceso nas rodovias brasileiras mesmo durante o dia e estabeleceu um período de 45 dias para início efetivo da fiscalização.

O condutor que for flagrado em descumprimento poderá ser multado em R$ 85,13 e perder quatro pontos na Carteira de Habilitação.  Importante a destacar é que lanterna não é farol. Portanto, para não correr riscos é indispensável ao condutor estar atento.

A nova determinação vem para ampliar a segurança nas rodovias, já que manter os faróis baixos acesos, mesmo durante o dia, é importante porque eles ampliam a visibilidade e, com isso, reduzem os riscos de acidentes. Assim como outros equipamentos dos veículos (como a buzina ou as setas), os faróis são instrumentos de comunicação eficazes.

A alternância de luzes baixa e alta pelos faróis por um período curto significa para os demais motoristas que eles podem encontrar dificuldades à frente e, por isso, devem reduzir a velocidade. Esse mesmo sinal pode expressar um pedido de passagem.

No caso de o veículo de trás adotar insistentemente este sinal, a mensagem é que seu carro pode estar apresentando algum problema.  Assim sendo, fique atento e procure ouvir se há ruídos ou verifique se há, de fato, algo errado com seu veículo. A alternância das luzes baixa e alta pode indicar que o problema, ou situação de emergência, ocorre com o veículo que está sinalizando.

Portanto,  esteja atento e sempre que for trafegar em rodovias durante o dia lembre-se de acender os faróis baixos. Mais do que evitar multa e perder pontos na carteira, o condutor deve ter a consciência de que estará contribuindo para ampliar a visualização de seu veículo, para a comunicação nas estradas e, sobretudo, para a preservação de vidas.

Sem comentários

Escreva um comentário