OBSERVATÓRIO | Maio Amarelo é tema de exibição de imagens em prédios de São Paulo
16996
post-template-default,single,single-post,postid-16996,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Maio Amarelo é tema de exibição de imagens em prédios de São Paulo

Maio Amarelo é tema de exibição de imagens em prédios de São Paulo

Ação faz parte de edição cápsula do SP_Urban Digital Festival, realizado através de parceria entre o ONSV, Goodyear e SP_Urban

Por meio de parceria entre o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Goodyear e SP_Urban, imagens que remetem à segurança viária e ao Maio Amarelo já podem ser vistas em empena de prédio da Rua Augusta, em São Paulo. Imagens do laço amarelo, símbolo do Movimento e de modais de transporte, são exibidas como parte da edição cápsula do SP_Urban Festival Digital, exibida como apoio ao Maio Amarelo.

O festival conta também com exibições de Street Crosser,  vidogame interativo dos artistas Noobware & Nutone, na estação República do Metrô e no edifício FIESP/SESI, na Avenida Paulista, onde a apresentação começa nesta quarta-feira, dia 24. O jogo tem como proposta uma crítica ao hábito de atravessar as ruas fora das faixas de pedestres, mas também a ausência, em pontos da cidade, de áreas seguras para as travessias, como passarelas, por exemplo.

A obra faz uso de uma mecânica de jogo semelhante a Frogger, clássico jogo de Atari. Através de botões coloridos acoplados a uma mesa de acrílico, dois jogadores controlam um pedestre cada, movendo-os. Cada partida tem duração de 30 a 90 segundos.

A edição cápsula, que vai até o dia 3 de junho, conta também com performance de multimídia estereoscópica e shows com suporte visual sincronizado na Cinemateca Brasileira.

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Criado pelo OBSERVATÓRIO na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas  (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”,  o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Ações do Maio Amarelo são desenvolvidas em todos os estados brasileiros e em outros 26 países nos cinco continentes.

Os acidentes de trânsito no Brasil foram responsáveis em 2014 (últimos dados oficiais disponíveis) por cerca de 43 mil mortes. Vale lembrar também que, em decorrência deles, um contingente extremamente superior passa a conviver com sequelas e invalidez permanente, por exemplo. Além disso, os custos com os acidentes de trânsito representam montante de R$ 56 bilhões que poderiam ser voltados a ações sociais.

Neste ano de 2017, o Maio Amarelo tem como tema “Minha escolha faz a diferença”, que visa alertar que no trânsito todos têm de estar muito atentos para a escolha certa, já que dados apontam que as causas de 90% dos acidentes no país estão ligadas a falhas humanas (imperícia, imprudência, entre outros).

Sem comentários

Escreva um comentário