OBSERVATÓRIO | Mais de 190 mil pessoas foram impactadas com Educação para o Trânsito no Acre em 2018
20157
post-template-default,single,single-post,postid-20157,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Mais de 190 mil pessoas foram impactadas com Educação para o Trânsito no Acre em 2018

Mais de 190 mil pessoas foram impactadas com Educação para o Trânsito no Acre em 2018

Uma das principais missões do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) é disseminar a cultura de paz no trânsito por meio de atividades educativas. Como parte dessa tarefa, a equipe de educação para o trânsito do órgão realizou diversas atividades, na capital e no interior do estado, alcançando cerca de 194 mil pessoas.

As estratégias são várias e vão desde apresentações teatrais em escolas, palestras em instituições de ensino superior e todo tipo de empresas, peças publicitárias, assim como abordagens nas vias, levando aquela conversa amiga para chamar a atenção de condutores e pedestres.

Além disso, anualmente o Detran/AC aproveita três grandes momentos para intensificar as ações de orientação para o trânsito, que são a Campanha Maio Amarelo, a Semana Nacional de Trânsito (SNT) e o Dia Mundial em Memória às Vitimas de Trânsito, assim como eventos estaduais de grande concentração de pessoas, como a Expoacre e outras feiras de exposição realizadas no interior do estado.

Resultados positivos

O trabalho é de “formiguinha”, mas já é possível ver o resultado. Em 2017, o Acre ultrapassou a meta mundial de redução de mortes no trânsito estabelecida em 2011 pela Organização das Nações Unidas (ONU), que previa a diminuição de 50% das mortes nas vias em 10 anos, porém, em menos de seis anos, o estado alcançou 58% de redução, ao passo que o aumento da frota foi de 38% e o crescimento da população, 9%.

“Não restam dúvidas de que o esforço em orientar, disseminar a gentileza no trânsito, o respeito às regras e a mudança de cultura nas vias é responsável em grande parte por essa conquista, mas não podemos descansar enquanto houver um só mutilado por causa de um acidente de trânsito”, enfatiza a diretora-geral do Detran/AC, Shirley Torres.

Entre 2015 e 2018, mais de mil ações educativas foram realizadas só em Rio Branco, alcançando mais de 600 mil pessoas. No interior não é diferente: em Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do estado, mais de 285 mil pessoas receberam algum tipo de orientação sobre trânsito nos últimos quatro anos.

Além de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, o Detran/AC tem posto de atendimento nas cidades de  Tarauacá, Feijó, Sena Madureira, Xapuri, Brasileia, Senador Guiomard, Plácido de Castro, Assis Brasil, Acrelândia, Rodrigues Alves e Mâncio Lima.

Um exemplo de que a educação pode despertar a transformação vem do estudante de ensino médio João Carlos Oliveira, que após assistir a uma peça teatral sobre o trânsito constatou que quer ser um motorista consciente. “Eu ainda não dirijo, mas quando tirar minha habilitação vou respeitar as leis de trânsito e as outras pessoas, principalmente os idosos.”

Já o aluno Daniel Silva se comprometeu repassar o aprendizado aos familiares. “As crianças com menos de 10 anos devem usar cadeirinha e não podem andar no banco da frente. Vejo meus parentes fazendo isso, eles não sabem, e acabam colocando em risco a segurança”, relata.

Com informações de: http://www.agencia.ac.gov.br

 

 

1Comentário
  • BENEDITO LUIS DE FRANÇA
    Postado às 10:57h, 17 janeiro Responder

    TEM QUE SER APLAUDIDO DE PÉ!!! PARABÉNS!!!

    PARABÉNS AO DETRAN/AC E A TODOS (AS) SEUS (SUAS) COLABORADORES (AS)!!!

Escreva um comentário