Loader
OBSERVATÓRIO apresenta Programa EDUCA durante Fórum em Salvador
23453
post-template-default,single,single-post,postid-23453,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

OBSERVATÓRIO apresenta Programa EDUCA durante Fórum em Salvador

OBSERVATÓRIO apresenta Programa EDUCA durante Fórum em Salvador

Salvador (BA), realizou na última quinta-feira (28/11), o II Fórum Vida no Trânsito, que discutiu avanços estratégicos na segurança viária. Promovido pela Transalvador (Superintendência de Trânsito de Salvador), o evento foi realizado na capital baiana e recebeu o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária para apresentação formal do Programa EDUCA.

O evento reuniu representantes de órgãos que integram o Comitê Programa Vida no Trânsito (PVT), a exemplos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), entre outros.

Francisco Garonce, relações institucionais, representou o OBSERVATÓRIO no evento e apresentou o Programa EDUCA, durante a reunião com a professora Joelice Braga – diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Salvador -, que participou e coordenou essa reunião, com o objetivo de receber todas a orientações e esclarecimentos.

Conforme Garonce: “A professora Joelice Braga nos informou que já está sendo feita a análise pedagógica pelo corpo de educadores, de pedagogos da Secretaria de Educação da prefeitura e em breve sairá um parecer, porque a expectativa é a de que, para o próximo ano, [o Programa EDUCA] passe a integrar o programa de educação da Secretaria de Educação de Salvador, que hoje é uma das prefeituras com o maior destaque na redução de acidentalidade no trânsito, e esta ação na área de educação é o que faltava para complementar as ações em todos os eixos que foi iniciado através do Programa Vida no Trânsito”, avalia.

Salvador atingiu em 2017 – com três anos de antecedência – a meta da Organização das Nações Unidas (ONU) para a década de 2011 – 2020, que estabelece redução de 50% do índice de mortes no tráfego. Países de diversas partes do planeta se comprometeram em trabalhar para atingir o objetivo. Entre 2012 a 2017, a capital baiana reduziu em 51% o número de fatalidades no trânsito.

O Programa EDUCA é um material desenvolvido pelo OBSERVATÓRIO e submetido à Câmara Temática de Educação do Conselho Nacional de Trânsito. Foi formalmente aprovado pelo Conselho Nacional de Trânsito em 2017, seguindo as diretrizes da base comum curricular aprovada também em 2017. Seguiu para o Conselho Nacional de Educação que encaminhou para a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação e no início de 2019, foi formalmente aceito. Hoje, integra a base de materiais da plataforma MEC RED – Recursos Educacionais Digitais.

No Comments

Post A Comment