OBSERVATÓRIO | OBSERVATÓRIO pede apoio à mobilização para Secretaria Estadual de Transportes
5291
post-template-default,single,single-post,postid-5291,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

OBSERVATÓRIO pede apoio à mobilização para Secretaria Estadual de Transportes

OBSERVATÓRIO pede apoio à mobilização para Secretaria Estadual de Transportes

O diretor-técnico do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, se reuniu nesta terça, dia 1º de março, em São Paulo, com o secretário de Logística e Transportes do estado, Duarte Nogueira.

O encontro na Secretaria Estadual contou com a participação do deputado Hélio Nishimoto (PSDB); do vice-prefeito de Paraibuna (SP), Vitor de Cássio Miranda;  e, também, da observadora voluntária, Ana Beatriz Bontorim, que articulou a reunião.

Guimarães solicitou do secretário apoio ao Maio Amarelo, mobilização internacional em prol da segurança viária e que atua para salvar vidas em todo o mundo e aproveitou para fazer um resumo dos principais avanços do Movimento nestes dois anos de existência. O secretário Duarte Nogueira declarou seu apoio e compromisso com o Movimento neste ano.

Ainda na pauta do encontro, foram destacados o PGTM (Programa de Gestão do Trânsito nos Municípios) – importante iniciativa do OBSERVATÓRIO para contribuir nas políticas de gestão de trânsito nas cidades, suas ferramentas e facilidades  para os gestores municipais neste setor.

Nogueira sugeriu ao OBSERVATÓRIO contribuir nos esforços para levar esse projeto à Região Metropolitana do Vale do Paraíba, até com um importante incentivo para ampliar o processo de municipalização do trânsito naquela região. De acordo com Nogueira, dos 39 municípios que integram essa RMC, 20 ainda não municipalizaram o trânsito.

Além disso, Guimarães apresentou ao secretário a Ferramenta de Autoavaliação Empresarial de Segurança Viária, desenvolvida em parceria com o CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável).

A ferramenta está disponibilizada a todos as empresas do país no site das duas entidades (ONSV e CEBDS), para uso gratuito. Com ela, as empresas poderão avaliar a exposição aos riscos no transporte de suas equipes e cargas e buscar soluções para reduzir os acidentes nos deslocamentos; e, por consequência, todos os custos resultantes dessa situação.

Guimarães esclareceu ainda que a ferramenta permite às empresas avaliar o seu desempenho, reduzir prejuízos com os acidentes, além de ampliar a proteção dos recursos humanos.

Sem comentários

Escreva um comentário