Loader
“Onde vai com essa pressa?”
25628
post-template-default,single,single-post,postid-25628,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

“Onde vai com essa pressa?”

“Onde vai com essa pressa?”

No quarto vídeo da série Dicas com o João da Nica, o alerta é para a pressa que muitos motociclistas têm enquanto se locomovem.

Às vezes pressionados por suas empresas para cumprirem uma agenda apertada, muitos acabam se habituando com uma forma mais agressiva e arriscada de pilotar.

Os que pilotam motos mais potentes esportivamente, acabam se arriscando ao se divertirem para alcançar uma velocidade máxima cortando giro ou fazer curvas arrastando o joelho no chão, o que obviamente, o deixará sem enxergar o que vem pelo lado oposto ao que o piloto se abaixou.
Andar em grupo muitas vezes significa desafio; e os pilotos ultrapassam os limites das vias e de suas habilidades.

Em nenhum dos casos devemos deixar que a pressa, a pressão ou o desafio se sobreponham ao nosso objetivo principal, que é o de CHEGAR AO NOSSO DESTINO EM SEGURANÇA.

JAMAIS devemos andar em velocidade acima do limite de nosso campo de visão.

Mesmo que seja um trajeto que fazemos todos os dias, realizar uma curva cega em velocidade maior que nossa capacidade de ter uma reação, frear e desviar corretamente de um incidente iminente, é o mesmo que participar de uma “roleta russa”.

Animais que saem por debaixo de veículos grandes, ciclistas que caem à frente, carros que ultrapassam o sinal vermelho, aves que saem do mato, veículos de mudam bruscamente de direção, mudança de clima em saídas de túneis, buracos… são apenas alguns dos imprevistos vivenciados por motociclistas experientes e que podem causar um acidente grave, deixando o piloto inapto por longo período.

Se você gosta de velocidade, dar freadas fortes ou disputar posições, mostrar para os outros que você é rápido e arrojado, eu também gosto!  E é para isso que as pistas de corrida estão espalhadas por todo lugar.
É possível ir com sua moto para treinar em um circuito fechado, seja kartódromo ou autódromo, e também competir.  Existem categorias regionais em que você pode competir com uma scooter, com uma superesportiva e até de custom, na terra e no asfalto.  Existem escolas de pilotagem tanto para Pilotagem Segura nas ruas e estradas quanto para Competição e shows de Freestyle, Manobrabilidade, Drift e Manobras Radicais.  Sempre em circuitos fechados, onde os pilotos têm segurança, utilizam equipamento de proteção completo e estão acompanhados por instrutores ou parceiros.

E é isso que indico para colocarmos para fora nosso espírito competitivo e aproveitar o máximo que nossas motocicletas nos oferecem.

Enquanto no trânsito, temos que ser conscientes de que aquele espaço é para ser compartilhado com as milhares de pessoas à nossa volta, sejam pedestres, ciclistas, motoristas ou motociclistas, que terão diferentes equipamentos, habilidades e interesses enquanto em seus trajetos.
Vale um alongamento para relaxar e refletir, antes de subir na moto.

Por um Ser Humano mais Inteligente.

Suzane Carvalho

Núcleo de Motociclismo do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária

 

“Onde vai com essa pressa?” é o quarto vídeo da série Dicas com João da Nica.

Acompanhe os conselhos dado por quem entende o dia a dia do motociclista!

3 Comments
  • Alessandri
    Posted at 09:00h, 28 setembro Responder

    Texto perfeito. Parabéns Suzane.

  • Roberto Meirelles
    Posted at 09:16h, 28 setembro Responder

    Muito bom! Que todos compartilhem esse tipo de material para que a semente dê frutos! Viralizem!

  • Marlene Favareto
    Posted at 15:04h, 28 setembro Responder

    Muito bem lembrado pressa não leva a lugar nenhum….corremos inúmeros riscos por nada.

Post A Comment