OBSERVATÓRIO | ONSV será parceiro do TCU em auditoria nas rodovias federais
6609
post-template-default,single,single-post,postid-6609,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

ONSV será parceiro do TCU em auditoria nas rodovias federais

ONSV será parceiro do TCU em auditoria nas rodovias federais

Reconhecido pelo meio técnico como especialista, OBSERVATÓRIO participa da ação também como representante da sociedade civil na avaliação da infraestrutura das estradas

O ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária) firmou parceria com o Tribunal de Contas da União (TCU) e vai atuar, na condição de especialista com expertise reconhecida no meio técnico, e de representante da sociedade civil, em auditoria operacional relacionada à segurança viária, especificamente no que diz respeito à infraestrutura das rodovias federais, concedidas ou não.

Organizada pela Secretaria de Fiscalização de Infraestrutura Rodoviária (SeinfraRodovia) do TCU, a auditoria tem como objetivo,  avaliar a complementariedade das políticas públicas de infraestrutura rodoviária  e, por meio de indicadores, a eficácia e a efetividade dessas políticas, de modo a obter diagnóstico do problema do elevado número de acidentes nas rodovias federais.

A complementariedade  diz respeito ao conjunto de ações e instrumentos utilizados pelos órgãos; ou seja, pretende-se avaliar se ele aborda todas as questões e aspectos necessários. Já a eficácia se refere à execução das ações e à aplicação dos instrumentos conforme as metas planejadas e as normas aplicáveis. E, finalmente, a efetividade diz respeito aos resultados alcançados a partir da ação dos órgãos do ponto de vista da segurança viária. O cronograma de trabalho tem início previsto para o final de julho e deve perdurar até novembro.

Segundo José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, é altamente gratificante estar inserido como representante da sociedade civil, na condição de especialista, em um projeto dessa dimensão. Em especial  porque visa a melhoria da qualidade das rodovias brasileiras, o que possibilitará, por consequência, a redução dos acidentes e a preservação de vidas.

Sem comentários

Escreva um comentário