OBSERVATÓRIO | ONSV envia delegação e terá estande na 2ª Conferência Global
4544
post-template-default,single,single-post,postid-4544,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

ONSV envia delegação e terá estande na 2ª Conferência Global

ONSV envia delegação e terá estande na 2ª Conferência Global

O mundo discutirá, no evento, os avanços e ações para reduzir as mortes no trânsito

Líderes e especialistas de todo o mundo estarão reunidos em Brasília, nesta quarta, dia 18, até o dia 19, na 2ª Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito – Tempo de Resultados, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB). São mais de 1,5 mil participantes de mais de 120 países, entre autoridades de governo, organismos internacionais, organizações não-governamentais nacionais e internacionais, representantes da área do trânsito, da sociedade civil e dos meios Jurídico e Parlamentar de todo o mundo.

O evento vai discutir como reduzir as mortes e traumas causados por acidentes de trânsito em todo o mundo, abordando legislações, ações, medidas de prevenção, atendimento pós-acidente e experiências bem sucedidas em todo o mundo visando ao alcance da meta do Plano Global para a Década de Ações 2011-2020, que é de reduzir à metade as mortes no trânsito no planeta.

A 2ª Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito terá quatro painéis de alto nível e 24 sessões paralelas compõem a programação, durante a qual serão debatidos, até quinta-feira (19), desde mobilidade e infraestrutura até indicadores e metas, passando por tecnologias, gestão, financiamento e fortalecimento do atendimento a traumas, entre outros temas. Ações específicas de proteção a pedestres, ciclistas e motociclistas – que correspondem a metade das estatísticas de mortes no trânsito segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) –, também integram a pauta de discussões.

ONSV participa com delegação e estande

Por tratar-se do principal evento sobre Segurança Viária, no território brasileiro, o ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária), participará dos debates e acompanhará as principais discussões com uma delegação que reúne a diretoria da entidade, especialistas de trânsito, educação, da saúde, de dados e informações nesta área, além de profissionais de imprensa e comunicação.

No estande do OBSERVATÓRIO, o público encontrará informações sobre o Maio Amarelo, Movimento internacional, coordenado pela entidade, que em 2015, mobilizou mais de 20 países para reduzir mortes e acidentes no trânsito. Serão distribuídos relatórios e folhetos sobre a mobilização

O ONSV também disponibilizará ainda dados sobre o cenário do trânsito no país, com uma série de informações sobre a segurança viária que acabaram de ser atualizados pela entidade. Os dados são da OMS (Organização Mundial de Saúde) e serão importante documento de referência e consulta para os profissionais da área e toda a sociedade, além das delegações estrangeiras. Todas as informações poderão ser encontradas em folhetos.

O público também terá a chance de conhecer o trabalho da entidade e levar seus relatórios que sintetizam e dão uma mostra da atuação.

Vídeos educativos abordando os mais diversos temas de segurança viária poderão ser assistidos pelo público, que também poderá acessar o Portal de Estatística do ONSV – iris.

Ainda, no estande, o OBSERVATÓRIO disponibilizou um simulador de direção para que o público possa experimentar o equipamento, vivenciando situações de direção.

Declaração de Brasília – No encerramento da Conferência, os países participantes assumirão compromissos em torno da redução de mortes e lesões causadas pelo trânsito, que estarão definidos na Declaração de Brasília sobre Segurança no Trânsito. Todos os anos, os acidentes de trânsito fazem cerca de 1,25 milhão de vitimas fatais, segundo o recém lançado Relatório Global sobre a Situação da Segurança no Trânsito 2015, da Organização Mundial de Saúde.

A Conferência é organizada por um comitê interministerial composto por oito ministérios, sob a coordenação do Ministério da Saúde, em parceria com Organização Mundial de Saúde (OMS), Organização Panamericana de Saúde (Opas) e o Amigos da Década – grupo informal comprometido com o sucesso do plano global, cuja meta é salvar 5 milhões de vidas no planeta até 2020.

País-Sede – O Brasil, que se voluntariou a sediar o evento, é um dos Amigos da Década – grupo informal comprometido com o sucesso do plano global. A meta do grupo é salvar 5 milhões de vidas no planeta até 2020 por meio da adoção, pelos países comprometidos, de políticas, programas, ações e legislações que aumentem a segurança nas vias, especialmente para pedestres, ciclistas e motociclistas, que correspondem à metade das estatísticas de mortes no trânsito, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Também integram o grupo Rússia, Estados Unidos, Espanha, França, Austrália, Argentina, Costa Rica, Índia, México, Marrocos, Nigéria, Omã, Filipinas, África do Sul, Suécia, Tailândia, Turquia, Uruguai, Organização Mundial de Saúde, Banco Mundial, Comissão Econômica para a Europa, Comissão Global pela Segurança no Trânsito (vinculada à Federação Internacional de Automobilismo) e Parceria Global pela Segurança no Trânsito (Vinculada à Federação Internacional da Cruz Vermelha).

Sem comentários

Escreva um comentário