Loader
Pedestres
23931
post-template-default,single,single-post,postid-23931,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

Pedestres

Pedestres

Caminhar é o modo de se transportar mais usado em todo o mundo. Mesmo você que tem um veículo, sempre precisa ir a pé a algum lugar. Seja no campo, seja na cidade, todo mundo caminha. Porém, em alguns estados do nosso país, esse é o modo mais perigoso de se deslocar. Nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo, em vários anos seguidos, o maior número de vítimas do trânsito foram os pedestres.

Em 2016 e 2017 (último ano de estatísticas disponível) morreram mais de seis mil pedestres em cada ano em nosso país, o que representa mais de 16 mortes por dia. E o que você, que vai de carro, caminhão, ônibus ou moto, pode fazer para melhorar a segurança de quem vai a pé?

Todo mundo precisa ter atenção e respeito enquanto caminha, seja a pé ou num veículo automotor. Porém, quando há uma colisão entre um veículo e um pedestre, quem se machuca é quem está mais desprotegido e por isso, existe uma máxima no trânsito que diz que: o veículo maior protege o menor e todos juntos zelam pela segurança dos pedestres.

Nossa intenção com a campanha de março do Programa Laço Amarelo é lembrar que todo mundo precisa cuidar e zelar por quem anda a pé. Se o cidadão está a pé, ele está mais vulnerável que você que está em qualquer veículo, seja até numa bicicleta, por isso, todo cuidado é pouco.

Quem vai a pé está cuidando da saúde; quem vai a pé, não está poluindo o ar; quem vai a pé não usa estacionamento e tudo isso contribui com um trânsito melhor e com um planeta mais saudável. Por isso, respeite e proteja quem vai a pé.

Agora, queremos fazer um convite a você: experimente fazer alguns dos trajetos que você faz todo dia de carro ou moto, caminhando. Você vai perceber o trânsito de outra forma. A distância com que os carros passam pela calçada; a velocidade – por mais baixa que você acha que trafega -, quando você está a pé, você a percebe de outro modo; a importância de usar a seta; tudo isso faz você refletir sobre seu modo de conduzir um veículo.

E quem vai a pé, também deve seguir as regras. Andar sempre pela calçada, procurar a faixa para travessar a rua, olhar sempre para os dois lados, nunca sair de traz de uma árvore ou carro estacionado e cruzar a rua; se não há faixa de pedestre, use o meio do quarteirão para ir de um lado para o outro e nunca atravesse na esquina. Fazendo isso, você pedestre, colabora com um trânsito mais humano e cidadão. Um ótimo mês e até a próxima!

Photo by Lucas Gouvêa on Unsplash

No Comments

Post A Comment