OBSERVATÓRIO | Ramalho mostra ações para incentivar uso do cinto
3169
post-template-default,single,single-post,postid-3169,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Ramalho mostra ações para incentivar uso do cinto

Ramalho mostra ações para incentivar uso do cinto

Apresentação foi durante o II Fórum Arteris

Durante o II Fórum Arteris de Segurança, em São Paulo, no dia 1º de setembro, o diretor-presidente do ONSV (OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária), José Aurelio Ramalho, que mediou uma mesa de debates sobre o uso do cinto de segurança, mostrou o trabalho que a entidade vem desenvolvendo sobre o tema.

Ramalho apresentou peças publicitárias, vídeos e boletins de rádio, resultados de enquetes sobre o uso do cinto, além de destacar artigos sobre o tema.

Somente o vídeo que trata do tema já teve quase 15 mil acessos no site do OBSERVATÓRIO, sendo um dos mais visitados pelo público.

Participaram do painel intitulado Cinto de segurança no Brasil, como aumentar o índice de utilização?, o engenheiro Erasmo Magalhães, perito técnico em acidentes de trânsito; Celso Rodrigues da Silva, da Polícia Rodoviária Federal; Telmo Ferreira de Araujo, major da Polícia Militar-SP; e Carlos Campos, da Artesp.

O Fórum Arteris é um espaço de discussão e de apresentação de propostas para a melhoria do trânsito.

O evento reuniu cerca de 200 pessoas no Clube Hebraica, na capital paulista. Quatro painéis tiveram como temas o uso de tecnologia a serviço da segurança, a utilização do cinto de segurança no Brasil, a mudança da cultura da segurança do trânsito por meio da educação e os desafios para cumprimento das metas da Década Mundial para Segurança no Trânsito.

Participaram dos debates executivos do Ministério da Saúde, ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), Detran-SP (Departamento de Trânsito do Estado de São Paulo), Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), ABCR (Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias), Polícia Rodoviária Federal e Policiamento Militar Rodoviário do Estado de São Paulo.

Também estiveram representados a USP (Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo) e a UnB (Instituto de Segurança do Trânsito da Universidade de Brasília), Abramet e as ONGs Observatório Nacional de Segurança Viária, Trânsito Amigo e Criança Segura.

O evento marcou o início do Mês da Segurança Arteris. Mais de 230 ações serão realizadas em setembro para conscientização de usuários e colaboradores sobre a prevenção de acidentes.

Sem comentários

Escreva um comentário