OBSERVATÓRIO | Sergipe apresenta o melhor desempenho na redução das mortes no trânsito, em 2014, no Brasil
5448
post-template-default,single,single-post,postid-5448,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Sergipe apresenta o melhor desempenho na redução das mortes no trânsito, em 2014, no Brasil

Sergipe apresenta o melhor desempenho na redução das mortes no trânsito, em 2014, no Brasil

Espírito Santo e Pernambuco são destaques positivos também.

banner-sergipe

Enquanto todas as regiões do país apresentaram aumento no número de mortes no trânsito  em 2014 e o Sudeste ficou com o pior desempenho, com crescimento de 4% da violência traduzida em óbitos, três estados do país conseguiram um importante feito. Sergipe, Espírito Santo e Pernambuco apresentaram reduções expressivas na violência nas vias. Os números comprovam.

Sergipe registrou queda de 20% nas fatalidades no trânsito; o Espírito Santo reduziu 9,8 dos óbitos e completando esse trio, Pernambuco alcançou uma redução de 7% na mortalidade nas vias e rodovias daquele estado.

Mas se por um lado, esses estados têm a comemorar; do outro, Tocantins, Maranhão e Ceará têm motivos para ficar em alerta com a segurança viária. Esses três estados apresentaram os piores desempenhos em mortalidade no trânsito em 2014, comparando-se os dados de 2013/2014. Em Tocantins, o crescimento das mortes foi da ordem de 13,3%; o Maranhão registrou 12,4% no crescimento dos óbitos no trânsito e o Ceará, 10,9%, considerando os comparativos anuais.

Quando se observa a fatalidade no país que também registrou aumento de 2% no comparativo 2013/2014, os números desses estados preocupam ainda mais; pois apresentam faixas de crescimento muito maiores. 43.075 morreram no trânsito no país, de acordo com informações do DataSUS, em 2014. E os números ainda são preliminares.

Voltando-se à análise por regiões, depois da Região Sudeste com 4% de aumento, fica o Norte com 1,7% também de crescimento; Centro-Oeste (+1,0%), Nordeste (+0,8%) e a Sul (+0,2%) ficou com praticamente o mesmo número.

Na região Sudeste, o Espírito Santo foi o único Estado a apresentar queda no número de mortes na comparação com o ano anterior.

Na região Sul, Paraná e Rio Grande do Sul tiveram resultados favoráveis, porém o aumento ocorrido no estado de Santa Catarina resultou em um cenário desfavorável para a região.

No Centro-Oeste, o estado do Mato Grosso foi o único a apresentar valores mais favoráveis em 2014 – com uma queda de em torno 5%, ao passo que todos os demais estados da região tiveram um aumento do número de mortes no trânsito.

Mortes por estados e regiões brasileiras – variação. Em vermelho, o pior desempenho; e, em verde, o melhor, em cada região

Região    UF Variação do número de mortes de 2013 para 2014
NORTE Acre 5,4%
Amapá 0,0%
Amazonas 0,9%
Pará 0,4%
Rondônia -3,7%
Roraima -3,3%
Tocantins 13,3%
NORDESTE Alagoas 5,7%
Bahia -4,2%
Ceará 10,9%
Maranhão 12,4%
Paraíba -4,5%
Pernambuco -7,0%
Piauí 6,4%
Rio Grande do Norte -6,7%
Sergipe -20,0%
SUDESTE Espírito Santo -9,8%
Minas Gerais 2,3%
Rio de Janeiro 5,3%
São Paulo 6,9%
SUL Paraná -3,2%
Rio Grande do Sul -1,4%
Santa Catarina 8,6%
CENTRO-OESTE Distrito Federal 2,4%
Goiás 3,7%
Mato Grosso -5,1%
Mato Grosso do Sul 2,3%
Sem comentários

Escreva um comentário