OBSERVATÓRIO | Vias esburacadas trazem risco ao condutor e danos ao veículo
8844
post-template-default,single,single-post,postid-8844,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Vias esburacadas trazem risco ao condutor e danos ao veículo

Vias esburacadas trazem risco ao condutor e danos ao veículo

Estar atento ao trânsito e seguir as orientações abaixo reduzem a possibilidade de ocorrência de problemas

Num país de dimensões continentais, como é o Brasil, é possível encontrar rodovias, estradas e ruas nas mais diferentes condições de manutenção e de tráfego. Desde as em boas condições de pavimentação e sinalizadas, até as esburacadas e sem qualquer sinalização, mesmo nas áreas urbanas.

Os condutores, portanto, devem estar sempre atentos. E se na viagem ou trajeto tiver de enfrentar vias acidentadas, é melhor seguir as orientações abaixo, do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.

Confira:

  • Dirigir em vias desconhecidas pelo condutor ou avariadas e com pistas irregulares em decorrência de chuvas obriga o condutor a ter mais atenção e cuidado. E, no caso de encontrar poças d´àgua deve desviar-se delas, já que podem esconder buracos.
  • O esteve deve estar sempre muito bem calibrado, para o caso da ocorrência de danos aos pneus, uma vez que passar sobre buracos aumenta muito o risco de o pneu estourar e até amassar as rodas do veículo. O aconselhável é que o estepe seja calibrado, no máximo, a cada 15 dias.
  • Amortecedores e suspensão podem, igualmente, sofrer danos pela circulação em vias esburacadas ou irregulares, e comprometer a segurança do condutor, em especial se veículo estiver sendo conduzido em velocidade elevada.
  • Motorista consciente deve manter distância do carro que vai à sua frente, já que, por estar muito próximo, pode perder a oportunidade de enxergar problemas na via a tempo de desviar ou ter reações que garantam sua segurança.
  • Ao tentar desviar de buracos, muitos motoristas se envolvem em acidentes e, dependendo da velocidade, chegam a capotar o veículo. Em locais com o asfalto crítico, fique atento ao veículo que trafega em direção contrária à sua.
  • É importante consultar seu mecânico de confiança sobre as condições do pivô, dos terminais de direção, das buchas das bandejas e das molas. Uma trinca no pivô do seu veículo, por exemplo, pode fazer com que perca o controle do carro e se envolva em um grave acidente.
  • Verifique se todas as luzes externas, farol, lanterna, seta e freio, estão em funcionamento. Não se esqueça das condições das palhetas e o nível do reservatório do limpador de para-brisa.
Sem comentários

Escreva um comentário