Entrevista

15 ANOS DE LEI SECA

Consumo de álcool ainda é uma das principais causas de sinistros de trânsito

Escrito por Portal ONSV

19 JUN 2023 - 16H28 (Atualizada em 21 JUN 2023 - 10H06)

O programa Bora Brasil, da Rádio Bandeirantes de hoje (19), apresentou um balanço dos 15 anos de Lei Seca no Brasil, com base no levantamento de dados do Ministério da Saúde, feito pelo Centro de Informações sobre Saúde e Álcool. O CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, foi consultado pela reportagem e explicou esses dados.

Conforme apresentado no programa, em 15 anos de Lei Seca, o consumo de álcool ainda é uma das principais causas de sinistros de trânsito. Se por um lado, as mortes no trânsito com algum condutor embriagado caíram 32% entre 2010 e 2021. Por outro lado, as internações aumentaram 34%.

Segundo destacou Paulo Guimarães, tecnologias como airbag e freios ABS contribuem para a redução de óbitos no trânsito. “Com as estratégias de segurança viária, não só as relacionadas à alcoolemia, mas também ao controle de velocidade, hoje nós temos toda uma frota que tem como obrigatoriedade itens como airbag, ABS, então tudo isso tem contribuído para que você tenha uma redução na questão relacionada à morte, mas a questão de internações acaba se ampliando justamente pelo aumento da frota, pelo aumento da população e pelo aumento do número de deslocamentos que a gente teve no país”, explicou.

Apesar dos efeitos da Lei Seca ainda não serem o ideal, conforme as estimativas da OMS (Organização Mundial de Saúde) indicando que no Brasil, o álcool é responsável por quase 37% dos sinistros de trânsito entre homens e de 23% entre as mulheres. Em 2021, morreram mais de 10.800 pessoas que, de alguma forma, se envolveram em sinistros de trânsito causados por condutores embriagados.

Para o CEO do OBSERVATÓRIO, a resposta para esses dados é relacionada à falta de punição adequada para quem mata no trânsito. “E a partir do momento que você tem a detecção de um indivíduo cometendo uma infração ou até mesmo um crime de trânsito, dependendo do seu grau de influência de álcool enquanto dirige, você tem um desdobramento que é aplicação da pena e acho que aí vale a pena um debate, uma discussão, sobre a aplicação da pena em si. Para que a gente possa realmente elevar o patamar de consciência da população e entender que um crime de trânsito não deixa de ser um crime”, reforçou.

Assista à entrevista completa:


Serie_transitando_qual_a_sua_contribuicao_para_um_transito_seguro
Matérias

Série Transitando: qual a sua contribuição para um trânsito seguro?

O telejornal Meio-Dia Paraná, da RPC, afiliada à TV Globo, realizou na última semana uma série com cinco reportagens sobre comportamento no trânsito. “Transitando: qual a sua contribuição para um trânsito seguro?”, contou com a participação do professor do Departamento de Transportes da UFPR (Universidade Federal do Paraná) e membro do Conselho Deliberativo do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Jorge Tiago Bastos, explicando questões relacionadas ao comportamento das pessoas e influências diretas no trânsito.

Observatorio_participa_segunda_edicao_esg_energia_negocios_ibp
Matérias

OBSERVATÓRIO participa da 2ª Edição do ESG Energia e Negócios do IBP

Com o objetivo de colaborar para que a sociedade avance em direção a um futuro energético de baixo carbono, o IBP (Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás) realiza a 2ª edição do “ESG Energia e Negócios” nos dias 27 e 28 de maio, em Copacabana, no Rio de Janeiro. O presidente do Conselho Deliberativo do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, José Aurelio Ramalho, participou da abertura do evento, falando dos atuais números do trânsito no Brasil, dos avanços do Movimento Maio Amarelo e do Programa Laço Amarelo. Além disso, Ramalho também entregou a placa de Mantenedor Social ao IBP durante o encontro que reúne cerca de 500 pessoas.

Observadora_Certificada_ministra_palestra_durante_seminario_programa_vida_no_transito
Observadores Certificados

Observadora Certifica ministra palestra durante Seminário do Programa Vida no Trânsito

A Observadora Certificada e representante do Maio Amarelo em Goiás, Elizabeth Gandara, ministrou uma palestra sobre o Movimento Maio Amarelo no dia 15 de maio, durante o Seminário do Programa Vida no Trânsito, realizado no auditório do Paço Municipal do município de Senador Canedo, no estado de Goiás.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Entrevista

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.