Matérias

4ª Caminhada pela Vida reúne 800 pessoas em Indaiatuba

Escrito por Portal ONSV

29 MAI 2017 - 10H54

[vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][vc_column_text]

Ação do Maio Amarelo na cidade contou com a presença do prefeito, Nilson Gaspar, do presidente da Câmara Municipal, Hélio Ribeiro, e do deputado estadual Rogério Nogueira

Ação do Movimento Maio Amarelo em Indaiatuba, a 4ª Caminhada Pela Vida reuniu na manhã deste domingo, 28 de maio, 800 pessoas, que, com ponto de encontro em frente à Prefeitura da cidade, caminharam por um percurso de três quilômetros pela preservação de vidas no trânsito.

Indaiatuba foi a primeira cidade brasileira a receber o selo de segurança no trânsito, concedido pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, por meio do programa Município Laço Amarelo, ás cidades que se comprometem a mudar a percepção de risco dos moradores com relação ao trânsito, além de incentivar a mudança de comportamento, transformando assim o ir e vir em atitudes seguras para todos.

A Caminhada, organizada pela parceria entre a Administração municipal e o OBSERVATÓRIO, cuja sede fica em Indaiatuba, contou também com o apoio, entre outros, do Instituto General Motors (que instalou uma mini cidade voltada às crianças). Os participantes foram orientados, ainda, sobre como transportar com segurança as crianças em veículos, além de zumba e exercícios de alongamento.

O prefeito, Nilson Gaspar ; o presidente da Câmara Municipal, Hélio Ribeiro;  o deputado estadual Rogério Nogueira,  além do diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, José Aurelio Ramalho, participaram da atividade .Entre os participantes estiveram também integrantes do Clube do Fusca e o palhaço Coringa, que divertiu não apenas as crianças, mas também os adultos que decidiram usar parte da manhã para demonstrar a importância do Maio Amarelo e da conscientização para a redução de mortos e de feridos graves em acidentes de trânsito nas vias e nas rodovias do país e do mundo.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][vc_gallery interval="3" images="17065,17064,17063,17072,17071,17070,17069,17068,17067,17066" img_size="full" direction_nav="yes"][vc_column_text]

Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Criado pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas  (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”,  o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Ações do Maio Amarelo são desenvolvidas em todos os estados brasileiros e em outros 26 países nos cinco continentes.

Os acidentes de trânsito no Brasil foram responsáveis em 2014 (últimos dados oficiais disponíveis) por cerca de 43 mil mortes. Vale lembrar também que, em decorrência deles, um contingente extremamente superior passa a conviver com sequelas e invalidez permanente, por exemplo. Além disso, os custos com os acidentes de trânsito representam montante de R$ 56 bilhões que poderiam ser voltados a ações sociais.

Neste ano de 2017, o Maio Amarelo tem como tema “Minha escolha faz a diferença”, que visa alertar que no trânsito todos têm de estar muito atentos para a escolha certa, já que dados apontam que as causas de 90% dos acidentes no país estão ligadas a falhas humanas (imperícia, imprudência, entre outros).[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][/vc_column][/vc_row]

Brasil_registra_uma_multa_a_cada_12_segundos_pelo_nao_uso_do_cinto_de_seguranca
Observadores Certificados

Brasil registra uma multa a cada 12 segundos pelo não uso do cinto de segurança

O jornal Band Cidade, da TV Bandeirantes Bahia, destacou no último sábado (06), que o Brasil registra uma multa a cada 12 segundos pelo não uso do cinto de segurança. Apesar do item ser obrigatório muitos condutores e passageiros ainda não o utilizam. Os Observadores Certificados Guilherme Nogueira e Urislan Carvalho falaram sobre a eficácia do cinto de segurança, que reduz em até 50% o risco de morte em caso de uma ocorrência de trânsito.

Faixa_Azul_projeto_de_lei_pretende_implementar_sinalizacao_de_seguranca_em_sao_jose_dos_campos
Matérias

Faixa Azul: Projeto de Lei pretende implantar sinalização de segurança para motociclistas em São José dos Campos/SP

A TV Câmara de São José dos Campos, destacou na última quinta-feira (04), a aprovação de um Projeto de Lei que visa implementar a Faixa Azul para motociclistas na cidade, localizada no interior de São Paulo. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, falou à reportagem sobre a importância dessa iniciativa.

Observadora_Certificada_fala_sobre_educacao_para_o_transito
Observadores Certificados

Observadora Certificada fala sobre Educação para o trânsito e dá dicas de como implementar em sala de aula, na TV Poços/MG

A Pedagoga, Educadora de Trânsito e Observadora Certificada, Stefania Alvise, foi a convidada do programa Conexão, da TV Poços – emissora local da cidade de Poços de Caldas, no Sul de Minas Gerais -, na última quinta-feira (27), para falar sobre a importância da Educação para o trânsito nas escolas e como implementar a didática em sala de aula.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.