Matérias

Bons motoristas são maioria no Rio Grande do Sul

Escrito por Portal ONSV

06 FEV 2018 - 12H33

Infratores contumazes são 22% dos condutores e somaram mais de 1,8 mi de multas

Matéria publicada no site do Detran (Departamento de Trânsito) do Rio Grande do Sul aponta que 78% dos 4,8 milhões motoristas registrados naquele Estado não foram autuados por nenhuma infração no ano de 2017. Já os 22% condutores restantes foram responsáveis por 1,8 milhão de infrações registradas no ano passado.

O balanço leva em conta somente condutores gaúchos que foram autuados nas vias do Rio Grande do Sul. Também não contabiliza infrações com condutores não identificados, como por exemplo, de veículos de pessoa jurídica que não apresentaram condutor.

Dentre esses 1.069.584 milhão de condutores que tiveram alguma infração no ano passado, 62% foram flagrados uma vez durante o ano. Foram 665 mil condutores que tiveram somente uma multa nesse período de 12 meses.

Em contrapartida, as 405 mil pessoas (8% do cadastro de condutores) que cometeram duas ou mais infrações no período de um ano, foram responsáveis por quase 65% das infrações registradas em 2017 (número absoluto).

O balanço do DetranRS identificou, ainda, 5.564 infratores contumazes. Esses gaúchos foram flagrados em dez ou mais infrações durante o ano. Um grupo de 146 gaúchos representa o pior comportamento no trânsito: cometeram mais de 51 infrações no período de 12 meses.

Renato Campestrini, do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, comenta os números: “O Rio Grande do Sul, Estado brasileiro com maior número de municípios integrados ao SNT (Sistema Nacional de Trânsito) - um exemplo para o país, mostra que condutores que seguem as regras são a maioria. Seguir as regras representa menos acidentes e redução no número de autuações, algo necessário no nosso país que mata anualmente mais pessoas no trânsito do que em muitos conflitos armados pelo mundo. Que os demais Estados sigam os passos do Rio Grande do Sul no tocante à municipalização do trânsito e respeito ao Código de Trânsito Brasileiro”.

Leia mais em: http://www.detran.rs.gov.br/conteudo/49219/bons-motoristas-sao-maioria-no-rio-grande-do-sul

Maio_Amarelo_psicologia_do_transito_comportamento_seguro
Observadores Certificados

Maio Amarelo, Psicologia do Trânsito e comportamento seguro

Na última segunda-feira (13), a Psicóloga do Trânsito e Observadora Certificada, Fernanda Prado, participou do programa Auto Papo, apresentado por Ney Rodrigues, na Rádio Bella FM (98,7), localizada no município de Cláudio, em Minas Gerais. O programa teve como tema o Movimento Maio Amarelo, abordando a sua origem, a quem se destina, a sua aplicabilidade e a importância do tema escolhido este ano, “Paz no Trânsito começa por Você”. Na oportunidade, também foi apresentado o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e falou-se sobre a Psicologia do Trânsito.

Live_Maio_Amarelo_programa_educa_pocos_de_caldas_mg
Observadores Certificados

Professores de escolas integrantes do Programa Educa em Poços de Caldas/MG promovem live sobre o Maio Amarelo

Foi realizada no início do mês de maio, a live “Maio Amarelo: paz no trânsito começa por você”, promovida pelo Centro de Referência do Professor – Cerpro, de Poços de Caldas, Minas Gerais, e transmitida pelo YouTube. O evento contou com a participação da Pedagoga, Observadora Certificada e integrante da equipe de coordenação do Programa Educa, Stefania Alvise; da Supervisora Pedagógica da SME (Secretaria Municipal de Educação), Débora Rita da Silva; e da Agente de Trânsito, Rebecca Job.

CCRSPVias_reforca_acoes_de_conscientizacao_durante_maio_amarelo
Matérias

CCR SPVias reforça ações de conscientização sobre trânsito seguro neste Maio Amarelo

Como parte da programação da CCR Rodovias neste Maio Amarelo – mês dedicado à conscientização sobre a importância da redução dos sinistros de trânsito, a CCR SPVias, responsável pela administração das principais rodovias do Sudoeste Paulista, realizará ao longo deste mês, diversas ações com o objetivo de sensibilizar os públicos que utilizam as rodovias, como motoristas, motociclistas, pedestres, caminhoneiros, sobre a importância da adoção do comportamento seguro.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.