Matérias

Encontro no Recife discute segurança dos motociclistas

Escrito por Portal ONSV

03 SET 2013 - 17H48

"Encontro

Não adianta morrer com razão, diz vice-presidente da Fenacor, Carlos Valle.Em Pernambuco, 11 mil pessoas já foram vítimas de acidentes com motos.

Um dos maiores problemas da Região Metropolitana do Recife é o trânsito, com o agravante do alto risco de acidentes. Em Pernambuco, de acordo com a Secretaria de Saúde do estado, entre janeiro e maio de 2013, 11.324 pessoas se feriram em acidentes com motocicletas por motivos variados como falta de estrutura das estradas e imprudências dos condutores. Até as 13h desta terça-feira (3), um simpósio na Casa Rosada, no bairro dos Aflitos, Zona Norte do Recife, vai discutir a segurança dos motociclistas. Várias soluções serão debatidas durante toda a manhã, inclusive a formação dos condutores. De acordo com o vice-presidente Federação Nacional de Corretores de Automóveis (Fenacor), Carlos Valle, um dos grandes problemas é a qualidade da educação de trânsito dos motociclistas. "Todos os condutores deveriam passar por um processo de formação muito mais completo, muito mais aperfeiçoado. Do jeito que está, a gente vê que tudo o que acontece é consequência da falta de formação", explicou ele. Em acidentes com motociclistas, é comum ter pessoas gravemente feridas e até mesmo mortes. Para a coordenadora de Enfermagem do Samu, Janise Miranda, são comuns fraturas expostas e outros ferimentos que prejudiquem a vida profissional. "Isso vai fazer com que a vítima permanença muito tempo no hospital. A vida útil de trabalho dela perde porque ela está lá internada. Isso quando a lesão não é tão grave", afirmou, levando em consideração que muitos acidentes provocam até mortes. Janise Miranda explica também que, ao avistar um acidente de trânsito envolvendo moto, é preciso se aproximar da vítima e perguntar o que ela sente para poder passar informações corretamente para os médicos do Samu ou do Corpo de Bombeiros. "Temos recusos diferentes, temos a unidade básica e temos a UTI. Ligue para o 192, se aproxime da vítima e veja como está essa vítima para passar a situação". Apenas o socorrista deve retirar o capacete da vítima. Carlos Valle lembra também que não adianta saber quem estar certo ou errado em um acidente, é preciso ter cuidado com o outro. "O motociclista tem que aprender a ser visto, ter certeza que foi visto. Acho que a lição principal é essa. E não adianta morrer com razão", afirmou. O encontro começa às 8h30 na Casa Rosada, que fica localizada na Av. Santos Dumont, 657. Qualquer pessoa pode participar, principalmente dirigentes de sindicatos e de pessoas com interesse no assunto.

Fonte: Portal do Trânsito

Univasf_recebe_comite_regional_prevencao_acidentes_moto
Observadores Certificados

Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco/PE recebe Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco (HU-Univasf), em Pernambuco, recebeu, no final de maio, a visita de um grupo de membros do Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto (CRPAM) e representantes do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e do Observatório de Segurança Pública do Município de Petrolina. O objetivo foi mostrar in loco, a partir dos fluxos de atendimentos e internações no Hospital, as repercussões dos sinistros de transporte terrestre para a saúde pública. O HU-Univasf é um dos 45 hospitais gerenciados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

SP2_330_pessoas_morreram_atropeladas_na_capital_de_sao_paulo_em_2023
Matérias

330 pessoas morreram atropeladas na capital de São Paulo em 2023

O SP2, telejornal da TV Globo, da última quinta-feira (13), alertou sobre o crescente risco no trânsito para os pedestres na capital e Grande São Paulo. Somente em 2023, 330 pessoas morreram atropeladas na capital paulista. O CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, reforçou a necessidade de investimento em campanhas de educação para o trânsito durante a reportagem.

Observador_certificado_ministra_palestra_camara_de_vereadores_de_sao_borja_rs
Observadores Certificados

Observador Certificado ministra palestra sobre segurança viária na Câmara de Vereadores de São Borja/RS

A palestra “Trânsito (in)seguro: Responsabilidades Compartilhadas”, foi ministrada no plenário da Câmara de Vereadores do município de São Borja, no Rio Grande do Sul, pelo Observador Certificado e representante do Maio Amarelo 2024, Eduardo Cadore, no final do mês de maio.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.