Matérias

Mais de 190 mil pessoas foram impactadas com Educação para o Trânsito no Acre em 2018

Escrito por Portal ONSV

08 JAN 2019 - 15H00

Uma das principais missões do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) é disseminar a cultura de paz no trânsito por meio de atividades educativas. Como parte dessa tarefa, a equipe de educação para o trânsito do órgão realizou diversas atividades, na capital e no interior do estado, alcançando cerca de 194 mil pessoas.

As estratégias são várias e vão desde apresentações teatrais em escolas, palestras em instituições de ensino superior e todo tipo de empresas, peças publicitárias, assim como abordagens nas vias, levando aquela conversa amiga para chamar a atenção de condutores e pedestres.

Além disso, anualmente o Detran/AC aproveita três grandes momentos para intensificar as ações de orientação para o trânsito, que são a Campanha Maio Amarelo, a Semana Nacional de Trânsito (SNT) e o Dia Mundial em Memória às Vitimas de Trânsito, assim como eventos estaduais de grande concentração de pessoas, como a Expoacre e outras feiras de exposição realizadas no interior do estado.

Resultados positivos

O trabalho é de “formiguinha”, mas já é possível ver o resultado. Em 2017, o Acre ultrapassou a meta mundial de redução de mortes no trânsito estabelecida em 2011 pela Organização das Nações Unidas (ONU), que previa a diminuição de 50% das mortes nas vias em 10 anos, porém, em menos de seis anos, o estado alcançou 58% de redução, ao passo que o aumento da frota foi de 38% e o crescimento da população, 9%.

“Não restam dúvidas de que o esforço em orientar, disseminar a gentileza no trânsito, o respeito às regras e a mudança de cultura nas vias é responsável em grande parte por essa conquista, mas não podemos descansar enquanto houver um só mutilado por causa de um acidente de trânsito”, enfatiza a diretora-geral do Detran/AC, Shirley Torres.

Entre 2015 e 2018, mais de mil ações educativas foram realizadas só em Rio Branco, alcançando mais de 600 mil pessoas. No interior não é diferente: em Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do estado, mais de 285 mil pessoas receberam algum tipo de orientação sobre trânsito nos últimos quatro anos.

Além de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, o Detran/AC tem posto de atendimento nas cidades de  Tarauacá, Feijó, Sena Madureira, Xapuri, Brasileia, Senador Guiomard, Plácido de Castro, Assis Brasil, Acrelândia, Rodrigues Alves e Mâncio Lima.

Um exemplo de que a educação pode despertar a transformação vem do estudante de ensino médio João Carlos Oliveira, que após assistir a uma peça teatral sobre o trânsito constatou que quer ser um motorista consciente. “Eu ainda não dirijo, mas quando tirar minha habilitação vou respeitar as leis de trânsito e as outras pessoas, principalmente os idosos."

Já o aluno Daniel Silva se comprometeu repassar o aprendizado aos familiares. “As crianças com menos de 10 anos devem usar cadeirinha e não podem andar no banco da frente. Vejo meus parentes fazendo isso, eles não sabem, e acabam colocando em risco a segurança”, relata.

Com informações de: http://www.agencia.ac.gov.br

[gallery ids="20158,20159,20160,20161,20162,20163,20164,20165"]

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.