Matérias

OBSERVATÓRIO comenta projeto para 2020, com o Programa Vida no Trânsito

Escrito por Portal ONSV

13 DEZ 2019 - 09H30

O II Fórum Vida no Trânsito que aconteceu em Salvador (BA), no dia 28 de novembro, e que possibilitou ao OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária (ONSV), revelar as ações práticas que desenvolve e contribuem para a segurança viária, também serviu para destacar as ações que serão desenvolvidas em 2020.

Conforme o relações institucionais do OBSERVATÓRIO, Francisco Garonce, comentou durante o evento, Salvador é uma das capitais que teve o melhor desempenho em termos de redução de acidentalidade, mortes e lesões no trânsito, e visando essa iniciativa da gestão local, o OBSERVATÓRIO apresentou o Programa EDUCA formalmente.

Segundo Garonce: “Estas ações foram inicialmente muito bem fundamentadas com a fiscalização em relação à engenharia, inclusive em relação em primeiros socorros às vítimas de acidentes de trânsito. As ações de educação ainda estavam sem um norte, então, aproveitamos essa oportunidade do seminário para mostrar o programa EDUCA. Explicar que é através dele que nós vamos conseguir mudar não só o comportamento, mas principalmente a atitude das pessoas e isso, só se faz através de processos educativos, em que os indivíduos não deixam de cumprir a lei para não serem punidos, e passam a cumprir porque internalizam o entendimento de que, a atitude segura no trânsito existe para proteger o indivíduo, a sociedade e a convivência harmônica. Esse eu acredito que seja o ponto mais alto”, enfatiza.

O relações institucionais revela que Programa Vida no Trânsito está na pauta de trabalho do OBSERVATÓRIO de 2020, para que o ONSV seja o elemento que agregue valor a esse processo. Garonce explica que o OBSERVATÓRIO dará assessoramento aos municípios que estiverem efetivamente interessados em participar do Programa Vida no Trânsito e que não participam por desconhecimento.

Garonce esclarece: “Ao mesmo tempo estamos trabalhando junto ao Ministério da Saúde para fazer com que as regras sejam esclarecidas e sejam colocadas de uma forma tal que os municípios participem, porque é um investimento muito bem feito pelo Governo Federal, uma vez que, aquilo que se investe em educação, ações de engenharia e de fiscalização na área de trânsito se revertem em uma economia que é muito maior, principalmente quando a gente fala das despesas relacionadas a internações e a tratamentos decorrentes dos eventos de trânsito”, conclui.

O Programa Vida no Trânsito (PVT)

O Programa “Vida no Trânsito” é a nomenclatura, no Brasil, do Projeto Road Safety in Ten Countries (ou “RS-10”), voltado à redução das mortes e lesões causadas no trânsito em 10 países, com o financiamento da Fundação Bloomberg e coordenação global da Organização Mundial de Saúde (OMS) e suas agências regionais. No Brasil, o Projeto é desenvolvido em cinco cidades: Belo Horizonte; Campo Grande; Curitiba; Palmas e Teresina e conta, além do suporte da Organização Pan-americana de Saúde (OPAS/OMS no Brasil), com o aporte técnico e financeiro do Governo Federal.

Coordenada pelo Ministério da Saúde conjuntamente com a OPAS, é acompanhada por uma Comissão Nacional Interministerial. O PVT, apoiado por parceiros  nacionais e internacionais, tem seu foco na redução das mortes e lesões graves no trânsito a partir da qualificação da informação, de ações planejadas, desenvolvidas e executadas intersetorialmente e na ênfase em dois fatores de risco: direção sob efeito de bebida alcoólica e velocidades incompatíveis, além de outros, a depender das particularidades locais.

No Projeto, as ações voltadas à redução da morbimortalidade no trânsito recorrem à Estratégia de Proatividade e Parceria (EPP) desenvolvido pela ONG parceira Global Road Safety Partnership (GRSP) e envolvem a interação de órgão gestores dos setores de saúde, trânsito, transporte e segurança pública mas também, em diferentes níveis, as áreas de educação, comunicação, planejamento, ministérios públicos, conselhos comunitários, entidades corporativas e outros segmentos da sociedade. A avaliação do Projeto Vida no Trânsito é coordenada pela Unidade Internacional de Pesquisas em Lesões da Escola de Saúde Pública da Johns Hopkins University, associada a três universidades brasileiras: UFMG, UFRGS e PUC-PR.

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.