Matérias

OBSERVATÓRIO promove IV Seminário Urbanidade em Brasília, nesta quinta

Escrito por Portal ONSV

02 DEZ 2016 - 14H52

Evento será realizado no dia 8 de dezembro, no Auditório Freitas Nobre, da Câmara Federal e incluirá apresentação da proposta de nova formação de condutores  de veículos

O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária – ONSV, em parceria com a Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro e Comissão de Viação e Transporte (CVT) da Câmara Federal, promove dia 8 de dezembro, em Brasília, o IV Seminário Urbanidade.

O evento será dividido em duas partes.  No período da manhã será apresentada em audiência pública sobre a reformulação do processo de formação do condutor no Brasil, a proposta para nova formação de condutores, formulada pela equipe técnica do ONSV com a colaboração de representantes do segmento.

Durante a tarde, haverá a apresentação das propostas voltadas para a criação de políticas e ações capazes de proporcionar mais segurança no trânsito, já elaboradas pelos grupos de trabalho do Projeto Urbanidade, formados na primeira edição do seminário, em novembro de 2015.

O IV Seminário Urbanidade conta com o apoio da Seguradora Líder-DPVAT, da Associação Nacional dos Detrans (AND) e do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Trânsito (FOCOTRAN) e será realizado das 8h30 às 17h30, no Auditório Freitas Nobre, na Câmara dos Deputados, Anexo IV, Subsolo. Já estão confirmadas as presenças do deputado Hugo Leal, de representantes da Polícia Rodoviária Federal, Denatran, CNT e, entre outros, da ABRACICLO.

Formação de condutores

A proposta de revisão no processo de formação de condutores elaborada pela equipe de especialistas do OBSERVATÓRIO e discutida com representantes de segmentos durante sua elaboração vem sendo construída pelo OBSERVATÓRIO desde 2013 e já se encontra em fase de conclusão.  O novo modelo curricular sugerido propõe reformulação nos conteúdos dos cursos e aulas teóricas a partir da reflexão sobre ‘qual condutor desejamos nas ruas’.

A proposta de novos conteúdos segue referencial já adotado em países da União Europeia, no qual os temas são trabalhados de forma pedagógica, num processo que alinha cada etapa do aprendizado (conhecimentos/habilidades do aluno; conhecimentos e riscos envolvidos no ato de dirigir, e a auto avaliação; ou seja, chama o aluno a refletir sobre como ele escolhe agir em cada situação enfrentada no trânsito.

Segundo a coordenadora do estudo, a educadora Roberta Mantovani, responsável pela área de Educação do OBSERVATÓRIO,  existe consenso de que “é necessário um novo condutor nas ruas, num país com índice de acidentes tão elevados, a formação é decisiva para mudar este cenário de violência no trânsito”.

Grupos de Trabalho

A apresentação das propostas que visam um trânsito mais seguro no país elaboradas pelos grupos de trabalho formados no Urbanidade/2015 ocorrerá a partir das 13h30. São sugestões de políticas e de ações que obedecem os 5 eixos determinados pela Organização das Nações Unidas (ONU) – Fiscalização,  Infraestrutura e Gestão, Segurança Veicular, Saúde e Educação).

As propostas vêm sendo discutidas ao longo de 2016 em reuniões realizadas por três grupos de trabalho para cada um dos eixos estabelecidos pela ONU. Na ocasião será feito também um balanço do andamento dos trabalhos de cada um dos grupos.

Fotos

Programação

"programacao_layoutprancheta-1-100"

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.