Matérias

OBSERVATÓRIO quer discutir mobilidade urbana com candidatos de Indaiatuba

Escrito por Portal ONSV

12 SET 2016 - 16H10

Convite neste sentido está sendo encaminhado através de ofício aos cinco pleiteantes ao Executivo municipal; sugestão é que encontros ocorram até o dia 30 de setembro

O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária quer discutir a mobilidade urbana segura com os candidatos à Prefeitura de Indaiatuba, município onde está instalado. Para que a discussão ocorra, os cinco pleiteantes ao Executivo da cidade estão recebendo desde esta segunda-feira, 12 de setembro, um ofício no qual o OBSERVATÓRIO propõe um diálogo, com cada um dos candidatos e suas assessorias/equipe técnica.

Na ocasião, cada um dos proponentes ao Executivo municipal poderá assumir o compromisso de que, se eleito, irá adotar as medidas apontadas no ofício (ver abaixo). As medidas propostas resultam de avaliações feitas pela equipe técnica do OBSERVATÓRIO, que percorreu vários pontos da cidade para levantamento das correções ou melhorias que podem ser adotadas visando à garantia de condições de mobilidade mais segura aos moradores de Indaiatuba, independentemente do modal que utilizam.

No documento, o OBSERVATÓRIO ressalta sua finalidade de entidade consultiva da ONU (Organização das Nações Unidas) sem fins lucrativos empenhada em ações capazes de contribuir para a redução do expressivo número de mortes e de feridos graves em acidentes de trânsito nas vias e nas rodovias do país; e como órgão de inteligência que, por meio de educação, pesquisa, planejamento e informação, planeja e executa os subsídios técnicos necessários para o convívio harmônico entre pessoas, veículos e vias.

Destaca, ainda, os altos custos gerados pelos acidentes de trânsito no Brasil (R$ 40 bilhões anuais, segundo dados do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) e ocupação por vítimas de acidentes de trânsito de 60% dos leitos destinados a pacientes traumatizados em todo o país). O documento ressalta, igualmente, que de acordo com dados consolidados no Sistema Observar de Monitoramento e Ação – SOMA criado pelo OBSERVATÓRIO, a frota de veículos de Indaiatuba passou, nos últimos cinco anos, de 135.760 para 169.350 veículos, número significativo para uma cidade com aproximados duzentos e trinta e dois mil habitantes.

A sugestão da direção do OBSERVATÓRIO é de que as reuniões sejam agendadas até o dia 30 de setembro.

Propostas que serão apresentadas:

  • Redução da velocidade máxima regulamentada para as avenidas como Conceição, Presidente Kennedy.
  • Implantação de dispositivos de canalização, segregadores nos pontos em que a ciclofaixa está localizada junto ao leito carroçável da via e ao lado de defensas metálicas.
  •  Revisão dos deslocamentos laterais nas aberturas de passagem em canteiros centrais. Há pontos em que é permitido tudo, potencializando os riscos de acidentes.
  • Implantação de faixa elevada para travessia de pedestres em pontos com direita livre, de forma a incentivar o condutor a reduzir a velocidade e privilegiar o pedestre.
  • Implantar área 40 na zona central da cidade, para minimizar os riscos de óbitos ou lesões graves em eventuais atropelamentos.
  • Desenvolver ações mensais de educação para o trânsito, abordando temas do dia a dia no trânsito, como forma de difundir aspectos relevantes da segurança viária.

Intensificar a fiscalização de trânsito para que o comportamento irregular do condutor seja devidamente punido.

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.