Matérias

OBSERVATÓRIO traça cenário do trânsito durante evento em Brasília

Escrito por Portal ONSV

22 SET 2016 - 13H11

Imagens de acidentes, suas causas, consequências e custos gerados foram abordados em palestra de José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do ONSV

O cenário dos acidentes de trânsito no Brasil foi abordado pelo diretor-presidente do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária – ONSV, José Aurelio Ramalho, em palestra nesta quarta-feira, 21 de setembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

A participação se deu durante evento que integrou a  45ª RAPv  - Reunião Anual de Pavimentação, o 19º ENACOR – Encontro Nacional de Conservação Rodoviária, da 5ª  Expopavimentação e o 1º Fórum de Pavimentação de Trânsito e de Mobilidade, promovido em parceria entre o DER/DF (Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal), a ABDER (Associação Brasileira dos Departamentos Estaduais de Estradas de Rodagem) e a ABPv(Associação Brasileira de Pavimentação).

Em sua exposição, Ramalho apresentou programas e propostas do OBSERVATÓRIO voltadas à redução dos acidentes e das mortes no trânsito brasileiro, como o Programa de Gestão de Trânsito Municipal (PGTM) desenvolvido pelo ONSV e capaz de colaborar com as autoridades municipais para a adoção de medidas que levem à redução de acidentes em suas cidades.

Outra ação apresentada pelo diretor-presidente foi a Agenda Positiva, calendário elaborado pelo ONSV, no qual a cada mês um tema relativo à segurança viária é escolhido para reflexão e subsidiado por peças educativas , como folheto, vídeo, boletim de rádio e quadro para ser usado em circuito internos de tevê, peças publicitárias entre outros, todos disponibilizados gratuitamente aos interessados em divulgá-los. Além deles abordou também os cursos EADs produzidos e disponibilizados pelo ONSV.

Numa apresentação visual, mostrou as participantes do evento imagens de acidentes de trânsito, suas causas e consequências, assim como os custos sociais e financeiros que eles representam, destacando que apenas em 2014, segundo dados do Ministério da Saúde, os acidentes demandaram gastos da ordem de R$ 56 bilhões.

Aos participantes apresentou também conceitos do Projeto URBANIDADE, elaborado pelo ONSV  com vistas ao trânsito seguro,  e que conta com o apoio da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro. O URBANIDADE  se fundamenta nos cinco eixos estabelecidos pela ONU (Organização das Nações Unidas) para a Década Mundial de Ações para a Segurança Viária – 2011/2020: infraestrutura e gestão, fiscalização, saúde, educação e segurança veicular.

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.