Matérias

Personalizar veículos sem conhecer as regras pode comprometer segurança

Escrito por Portal ONSV

07 SET 2016 - 11H52

OBSERVATÓRIO orienta sobre películas, luzes, faróis, engates e rebaixamento

Hábito muito comum nos brasileiros, personalizar o veículo merece atenção dos proprietários para que pequenos detalhes não representem grandes transtornos em eventuais abordagens da fiscalização, ou ainda signifiquem riscos à segurança tanto de seu condutor quanto dos que com ele dividem as vias e as rodovias.

Para justamente evitar esses problemas, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária dá algumas orientações sobre películas, engate e faróis e luzes.

Utilizar películas acima dos padrões permitidos, em especial nos vidros dianteiros e para-brisa, por exemplo, além de proibido, prejudica a visibilidade principalmente durante a noite, ou mesmo em condições de tráfego sob chuva e neblina, uma vez que fica mais difícil a remoção do embaçamento, ainda que o veículo possua sistema de ar-condicionado.

Na esteira da película no para-brisa, para minimizar os efeitos da dificuldade em transitar durante a noite, o proprietário do veículo acaba por instalar luzes chamadas “super-branca”, ou mesmo xênon, para clarear mais.

A primeira, a depender da quantidade de iluminação proporcionada é proibida; já o xenon, somente é permitido caso seja original do veículo, adaptações são também proibidas, pois o facho de luz que ele proporciona gera necessidade de dispositivos de limpeza da lente para evitar prejuízos àqueles que transitam à frente ou em sentido oposto. Isso porque quando a lente do farol esta suja, o facho de luz é desviado, perde o foco e a iluminação fica distorcida ou direcionada para quem está do lado oposto.

Ainda em relação às luzes dos veículos, é necessária atenção especial do condutor para que não venha a fazê-lo com a lanterna traseira de neblina acionada sem que a condição climática apresente neblina ou mesmo chuva forte. A função da luz de neblina é a de proporcionar que o veículo em condições de visualização prejudicada seja visto. Fora de tais situações, ela mais prejudica que beneficia, pois causa ofuscamento.

Outro acessório também muito utilizado e que possui efeito mais estético do que prático, é o reboque, o popular engate. Inúmeros proprietários colocam o dispositivo com o principal objetivo de afastar outros condutores que, eventualmente, venham a encostar no veículo quando estiver estacionado. Pelo fato de ser energizado - ou seja, possuir tomada para que o veículo a ser tracionado possua iluminação noturna, de placa e direcional -, antes de instalar esse dispositivo é necessário conferir junto ao manual do proprietário se ele possui capacidade máxima de tração, ou seja, se a estrutura do veículo permite que ele transite com uma carretinha acoplada.

Quanto aos veículos rebaixados, para que venham a transitar sem problemas nas vias públicas, é necessário que passem pela inspeção técnica veicular, tenham a condição aprovada de forma a manter o ponto mais baixo do veículo pelo menos a dez centímetros do solo. Em relação às rodas dos veículos, elas, preferencialmente, devem manter as configurações originais das montadoras, de forma que o veículo nunca tenha o funcionamento de itens de segurança prejudicados pelas alterações no conjunto.

Portanto, o sugerido é que se, por ventura, a substituição das rodas vier a ocorrer, que o proprietário leve em conta as informações descritas no manual do veículo, e que suas dimensões jamais ultrapassem a carroceria do veículo.

Ainda sobre a estética, a colocação de adesivos, pinturas, películas , ou qualquer outro material, nos dispositivos de iluminação nunca deve ser feita. Isso porque diminuem o percentual de iluminação, fazendo com que na busca de uma diferenciação estética o proprietário acabe colocando em risco a segurança.

Personalizar o veículo, portanto, demanda do proprietário pesquisar a legislação existente e, assim evitar desperdício dos recursos investidos na diferenciação –  que, se não estiver estritamente dentro do que é permitido pode gerar penalidades -   e ainda que comprometa as condições de segurança.

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.