Matérias

Professor da UFPR e Observador Certificado do OBSERVATÓRIO, Jorge Tiago Bastos, fala ao Paraná no Ar sobre os perigos da condução em rodovias sob condições adversas

Escrito por Portal ONSV

06 AGO 2020 - 12H31

O professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Observador Certificado do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Jorge Tiago Bastos, falou hoje (06), ao jornal Paraná no Ar - da rede RIC Mais, afiliada à RecordTV -, sobre os perigos enfrentados quando se trafega em rodovias sob a combinação de fumaça e neblina.

Tiago Bastos explicou o motivo das condições serem perigosas aos condutores: “Para entender o porquê essa combinação é perigosa, a gente precisa ter em mente que, quando a gente fala de segurança viária 90% praticamente, da informação que o condutor precisa processar para tomar decisões, para reagir é visual”. Ele complementa: “Então, manter as condições adequadas de visibilidade para esse condutor é fundamental para qualquer tipo de decisão que ele precisa tomar quando está conduzindo um veículo”.

O professor Tiago Bastos faz um alerta aos condutores: “Que tipo de informação a gente precisa enxergar, processar visualmente? É a sinalização horizontal: são as marcas no pavimento, a sinalização vertical: as placas de trânsito, pensando em um cenário de rodovia, é o veículo que está à nossa frente. Então, no momento em que o condutor não consegue enxergar esses dispositivos ou esses outros elementos do sistema, é o momento de realmente redobrar os cuidados, reduzir a velocidade e, eventualmente, buscar um local seguro para a parada do veículo”, diz.

O professor e Observador Certificado do OBSERVATÓRIO também comentou sobre o acidente ocorrido na noite do último domingo (2), na BR-277, que envolveu mais de 20 veículos, com oito mortos e 26 feridos. Falou também sobre as tecnologias existentes para melhorar a visibilidade nas rodovias e evitar a tragédia ocorrida e, aproveitou para dar dicas sobre como os condutores podem trafegar em uma situação adversa como essa.

“Grande parte das decisões estão nas mãos do condutor, é ele quem decide a velocidade que deve praticar, quando ele deve parar, enfim, que tem essa autonomia para avaliar essas características todas naquele momento”.

Assista à matéria:

[vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][vc_video link="https://youtu.be/G2M3TNXIqU0"][/vc_column][/vc_row]

[vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][vc_column_text]

Assista ao programa completo em: https://www.facebook.com/ParananoAr/videos/1221576808186744

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Cidadania_e_transito_acoes_para_seguranca_viaria
Entrevista

Cidadania e Trânsito: ações para conscientização e segurança viária

O quadro Cidadania Máxima, da Rádio Máxima (89.9 FM) de Guaratinguetá, interior de São Paulo, abordou o tema trânsito em uma conversa com o head de Comunicação e Marketing do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Rodrigo Ribeiro, na última quarta-feira (17). Na oportunidade foram debatidos também temas como, comportamento e responsabilidade no trânsito e ações para Educação para o Trânsito desenvolvidas pelo OBSERVATÓRIO, como o Movimento Maio Amarelo.

reportagem_bol_grupo_folha_voce_dirige_bem
Matérias

Você dirige bem? Se possui algum desses hábitos, não

O BOL (Brasil Online) - portal de notícias do Grupo Folha – questionou os leitores na última sexta-feira (12), com base em informações do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, para saber o quanto dirigem bem. A reportagem também destacou cinco hábitos importantes que fazem motoristas não se envolverem em sinistros de trânsito.

Programa_Educa_apresenta_novidades_em_2024_e_acoes_para_Maio_Amarelo_durante_reuniao_nacional
Matérias

Programa Educa apresenta novidades em 2024 e ações para o Maio Amarelo durante reunião nacional

Foi realizada na última quinta-feira (11), a reunião do programa Educa com 18 municípios integrantes do programa de Educação para o Trânsito nas escolas. Durante a abertura, o CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, comentou sobre o encerramento do projeto-piloto Educa e o início de uma nova fase, com a transição digital do programa e a disponibilização dos conteúdos aos municípios.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.