Matérias

Ultrapassagens seguras: ONSV dá dicas sobre como realizá-las

Escrito por Portal ONSV

04 OUT 2016 - 10H36

Os cuidados para a realização de ultrapassagem segura é o tema desta semana do quadro Momento Segurança no Trânsito. As ultrapassagens são manobras de risco e causa de um grande número de acidentes. Envolvem aumento de velocidade e mudança de faixa, além de exigirem cuidados com os outros veículos, os pedestres e os ciclistas.

Para colaborar com a segurança na realização de ultrapassagem, o Momento Segurança no Trânsito dá algumas recomendações. A primeira delas é a de que o condutor deve, primeiramente, verificar se o local é adequado, redobrando a atenção em pistas de mão dupla. Deve também observar se a sinalização permite a manobra, caso contrário não deve realizá-la. Se a sinalização não permitir ultrapassem pode significar que a pista tem aclives que dificultam a aceleração, fluxo de pedestres ou de ciclistas e, ainda, que a visibilidade é prejudicada.

Outra recomendação tem ligação direta com as condições do clima, que deve ser verificada com atenção. Sendo assim, em dias de neblina ou chuva, evite porque, além da visibilidade prejudicada, a pista pode estar escorregadia.

Caso não existam riscos para que ocorra com segurança, ela pode ser feita, mas sua intenção deve ser demonstrada aos outros condutores por meio da sinalização com as setas, com o braço, ou, ainda, com leves toques na buzina e piscar de luzes. Ainda assim, nunca realize a manobra sem verificar pelo retrovisor se o veículo que vem atrás tem a intenção de ultrapassá-lo. Somente então mude de faixa, acelere e ultrapasse, voltando à faixa de origem somente quando puder enxergar, pelo retrovisor, toda dianteira do veículo ultrapassado.

Procure realizar a ultrapassagem no menor tempo possível, guardando distância lateral do veículo ultrapassado. Se iniciar uma ultrapassagem e concluir que não é seguro, desacelere, volte para o local onde estava e aguarde o momento mais adequado para realizar a manobra. O quadro lembra também que ultrapassar fila de veículos ou pela direita são infrações e, mais que isso, manobras arriscadas. Portanto, só ultrapasse quando for necessário, mesmo conhecendo as dicas de segurança.

Produzido pelo Programa Observar, parceria entre o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e a Seguradora Líder-DPVAT, o Momento Segurança no Trânsito é distribuído gratuitamente a todos os interessados em difundir educação e conscientização voltadas a um trânsito mais seguro e, consequentemente, com menos acidentes, mortes e feridos graves.

Para isso o OBSERVATÓRIO disponibiliza gratuitamente os vídeos para os interessados em sua divulgação. Quem quiser recebê-los deve encaminhar solicitação para o email  onsv@onsv.org.br.

Assista ao vídeo:

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.