Matérias

Vai viajar no feriado? Saiba como acomodar bagagem com segurança

Escrito por Portal ONSV

21 FEV 2017 - 15H18

Cargas levadas do lado externo exigem cuidados especiais; bolsas e mochilas nunca devem ficar soltas no chão

O feriado prolongado chegou. E quem vai viajar precisa de muita atenção com as bagagens,  cuja acomodação exige responsabilidade para garantia da segurança de todos os que estiverem no veículo e, mais que isso, de todos os que cruzarem com seu veículo na estrada. Por isso, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária orienta o melhor e mais seguro modo de acomodá-las.

Se for transportar cargas fora do carro como, por exemplo, bicicletas, pranchas entre outros, tudo deve estar bem amarrado e com dispositivos corretos. Esses objetos não podem exceder a largura, nem se projetar à frente do veículo. Já se ele ultrapassar a traseira – o que é permitido – ele precisa ser sinalizado, nas cores vermelho e branco para alertar os demais motoristas.

Na traseira, o objeto pode projetar-se no máximo  1,5 metro além do carro, sendo sinalizado. Fique atento, pois se o transporte for à noite, é preciso uma sinalização luminosa para alertar os demais motoristas e evitar colisões.

A checagem se a carga está bem amarrada é obrigatória e, ao longo da viagem, nas paradas, verifique se tudo continua bem fixado. É bom lembrar que o peso da bagagem interna deve ser somado à externa e não pode ultrapassar a capacidade do carro.

Sempre que for transportar objetos externos, cuidado para não encobrir a placa e lanternas do veículo, que precisam estar visíveis. Também analise se os objetos não vão prejudicar a sua visão e atrapalhar a condução. Eles ainda não devem gerar poeira ou barulho; e se houver necessidade de adotar redes para ampliar o cuidado com a fixação não hesite em fazê-lo.

O OBSERVATÓRIO destaca que para bagagens no interior do veículo a principal recomendação é nunca transportar bolsas no colo, nem soltas no carro. O lugar de malas e bagagens é no porta-malas ou no chão/piso do veículo. O mesmo vale para sacolas de mercado, mochilas de crianças entre outros pertences como laptops etc. Um detalhe importante nesses casos também é buscar manter bolsas e mochilas sempre fechadas, porque se estiverem no chão, algum item pode escapar e atrapalhar o uso dos pedais.

A distribuição do peso, lembra o OBSERVATÓRIO, é muito importante. É preciso distribuir a bagagem com uniformidade pelo carro para garantir a estabilidade. Essa medida contribui para economizar combustível e para evitar o desgaste de peças do carro. Além de uma direção mais econômica, o motorista reduz riscos como acidentes, já que se o carro apresentar instabilidade pelo excesso de peso ou má distribuição da bagagem, podem ocorrer acidentes em situações de curvas, chuvas ou até mesmo numa descida de serra.

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.