Matérias

Videoconferência do Detran/RO para traçar estratégias sobre campanha do Movimento Maio Amarelo 2021 tem participação do OBSERVATÓRIO

Escrito por Portal ONSV

01 MAR 2021 - 11H50

O Governo do Rondônia, por meio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) promoveu na última quarta-feira (24), uma videoconferência com a participação do diretor-presidente do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, José Aurelio Ramalho, e cerca de 70 pessoas de várias instituições e empresas da iniciativa privada para planejar estratégias sobre as ações do Movimento Maio Amarelo 2021, que tem como tema “Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”.

O diretor-presidente do OBSERVATÓRIO falou que a principal causa de mortes de pessoas de zero a 16 anos são causadas por sinistros de trânsito e reforçou a importância da educação no trânsito para crianças. “Temos que levar educação de trânsito para as crianças”.

O diretor-geral do Detran, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga fez a abertura da videoconferência e ressaltou a importância de todos os órgãos trabalharem engajados na Campanha Maio Amarelo objetivando a redução de acidentes e mortes no trânsito em Rondônia.

A diretora Técnica de Educação de Trânsito, Claudia Roberta Stochi, explicou que a videoconferência teve como finalidade firmar parceria com empresas da iniciativa privada e instituições governamentais para trabalharem juntos, as ações do Maio Amarelo em Rondônia. Com a pandemia da Covid-19, onde não se pode aglomerar, a sugestão é investir no visual dos prédios das empresas e instituições com laços e luzes amarelas, cor que simboliza a Campanha.

O Movimento Maio Amarelo foi criado em 2014 pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária com base em uma Resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas que definiu o período entre 2011 e 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. Maio foi escolhido por ter sido o mês em que a Resolução foi publicada.

REDUÇÃO DE MORTE NO TRÂNSITO

O índice de mortes causadas por sinistros de trânsito em Rondônia houve uma redução de 4,06% em 2019, se comparado aos dados de 2018, que registrou 394 óbitos contra 378 em 2019. Os dados são da DFT (Diretoria Técnica de Fiscalização) e da Coordenadoria de Renaest (Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito), do Detran de Rondônia. Entretanto, os motociclistas são as maiores vítimas com mais de 50% dos óbitos, se relacionado ao número de mortes envolvendo condutores de carro, ciclistas e pedestres.

O índice de mortos no trânsito por grupo de habitantes no Brasil, conforme prevê a meta do Pnatrans (Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito), criado pela Lei n. 13.614/18 é de 4,52 % e o índice do Estado de Rondônia é de 3,72%, bem abaixo do índice nacional, resultado do trabalho educativo e repressivo que o Detran Rondônia juntamente com outros órgãos ligados ao setor promove no estado.

Leia a matéria completa em: https://www.rondoniadinamica.com/noticias/2021/02/por-meio-de-videoconferencia-equipe-do-detran-discute-estrategias-para-realizar-campanha-maio-amarelo,97411.shtml

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Matérias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.