Observadores Certificados

MOTOCICLISTAS FORAM MAIORIA NAS MORTES NO TRÂNSITO EM 2023, EM CORUMBÁ/MS

Observador Certificado fala sobre possíveis causas dessas ocorrências que registraram queda de 40% em 2023, comparadas ao ano anterior

Escrito por Portal ONSV

18 JAN 2024 - 09H56

O jornal Diário Corumbaense destacou em reportagem da última segunda-feira (15), que a maioria dos sinistros de trânsito fatais registrados em 2023 envolveram motociclistas ou passageiros de moto na cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul. O especialista em Psicologia do Trânsito, assessor-executivo da Agetrat e Observador Certificado, Jeferson Braga, foi procurado pela reportagem para falar sobre as possíveis causas dessas ocorrências.

Segundo os dados compilados pela Agetrat (Agência Municipal de Trânsito e Transporte) de Corumbá, o município registrou queda de 40% no número de mortes no trânsito em 2023, comparado ao ano de 2022.

Os dados destacaram que seis pessoas morreram em sinistros de trânsito na cidade, sendo três mulheres e três homens. Boa parte foi em ocorrências envolvendo motocicletas. Em 2022, foram 10 vítimas fatais. Neste início de 2024, o município já registrou uma morte.

Em contrapartida, segundo o levantamento, o número de vítimas atendidas com escoriações, fraturas e outras lesões aumentou nesse mesmo período. Em média, 115 pessoas foram atendidas no pronto-socorro municipal e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) por mês, em 2022. Já em 2023, a média aumentou para 133 pessoas atendidas mensalmente após sinistros de trânsito.

O especialista em Psicologia do Trânsito, assessor-executivo da Agetrat e Observador Certificado, Jeferson Braga, disse que as ocorrências têm relação com a sensação de “poder” frente ao volante de alguns motoristas.

“A pessoa, muitas vezes, muda seu comportamento ao assumir a direção do veículo, a ‘sensação de poder’ faz com que o condutor perca a noção de segurança. Esse fator aliado à crescente quantidade da frota tem gerado um aumento no número de sinistros de trânsito. Os equipamentos de sinalização voltados à redução da velocidade e controle de tráfego são importantes para uma diminuição de acidentes graves e fatais”, explicou Braga.

Leia a matéria completa: https://www.diarionline.com.br/index.php?s=noticia&id=142779

Foto: Agetrat/Divulgação.

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Observadores Certificados

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.