Observadores Certificados

MOTOCICLISTAS FORAM MAIORIA NAS MORTES NO TRÂNSITO EM 2023, EM CORUMBÁ/MS

Observador Certificado fala sobre possíveis causas dessas ocorrências que registraram queda de 40% em 2023, comparadas ao ano anterior

Escrito por Portal ONSV

18 JAN 2024 - 09H56

O jornal Diário Corumbaense destacou em reportagem da última segunda-feira (15), que a maioria dos sinistros de trânsito fatais registrados em 2023 envolveram motociclistas ou passageiros de moto na cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul. O especialista em Psicologia do Trânsito, assessor-executivo da Agetrat e Observador Certificado, Jeferson Braga, foi procurado pela reportagem para falar sobre as possíveis causas dessas ocorrências.

Segundo os dados compilados pela Agetrat (Agência Municipal de Trânsito e Transporte) de Corumbá, o município registrou queda de 40% no número de mortes no trânsito em 2023, comparado ao ano de 2022.

Os dados destacaram que seis pessoas morreram em sinistros de trânsito na cidade, sendo três mulheres e três homens. Boa parte foi em ocorrências envolvendo motocicletas. Em 2022, foram 10 vítimas fatais. Neste início de 2024, o município já registrou uma morte.

Em contrapartida, segundo o levantamento, o número de vítimas atendidas com escoriações, fraturas e outras lesões aumentou nesse mesmo período. Em média, 115 pessoas foram atendidas no pronto-socorro municipal e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) por mês, em 2022. Já em 2023, a média aumentou para 133 pessoas atendidas mensalmente após sinistros de trânsito.

O especialista em Psicologia do Trânsito, assessor-executivo da Agetrat e Observador Certificado, Jeferson Braga, disse que as ocorrências têm relação com a sensação de “poder” frente ao volante de alguns motoristas.

“A pessoa, muitas vezes, muda seu comportamento ao assumir a direção do veículo, a ‘sensação de poder’ faz com que o condutor perca a noção de segurança. Esse fator aliado à crescente quantidade da frota tem gerado um aumento no número de sinistros de trânsito. Os equipamentos de sinalização voltados à redução da velocidade e controle de tráfego são importantes para uma diminuição de acidentes graves e fatais”, explicou Braga.

Leia a matéria completa: https://www.diarionline.com.br/index.php?s=noticia&id=142779

Foto: Agetrat/Divulgação.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Observadores Certificados

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.