fbpx
Loader
O papel e o perfil do gestor de trânsito municipal como premissa para a segurança viária
26810
post-template-default,single,single-post,postid-26810,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-28047

O papel e o perfil do gestor de trânsito municipal como premissa para a segurança viária

O papel e o perfil do gestor de trânsito municipal como premissa para a segurança viária

Jackeline Santos

Nádia Cristina dos Santos Sudário

Eixo 3 do GEPCH (Grupo de Estudos em Psicologia e Comportamento Humano)

Somos 5.570 municípios brasileiros distribuídos em 26 estados e o Distrito Federal. Destes, apenas 1.713 municípios possuem o trânsito municipalizado, ou seja, integrados ao Sistema Nacional de Trânsito – SNT (dados DENATRAN, 2021). A integração ao SNT é um passo importante para a garantia de um trânsito mais seguro, humano e ordenado. Onde o município estruturando as áreas executivas de engenharia, educação, estatística, fiscalização e operação, possuirá autonomia, respeitadas as normas do CONTRAN na tomada de decisões para o planejamento e execução de projetos viários.

Entretanto, antes de todo esse processo é fundamental que o gestor público municipal, ou até mesmo, candidatos ao governo no ato da disputa eleitoral,  quando da composição do secretariado e da equipe técnica, analisem a formação profissional do novo responsável pela área de trânsito e transportes. Uma formação técnica para atuação na área específica vem somar, resultando sucesso, eficiência e eficácia na gestão pública, garantindo assim a aplicabilidade das exigências contidas no CTB, mais precisamente no art. 1º, §§ 2 e 3 que discorrem sobre o direito do cidadão em usufruir da segurança viária proporcionada pelos órgãos componentes do SNT, bem como por sua responsabilização quando esta garantia legal não for cumprida.

 

Jackeline Santos e Nádia Cristina dos Santos Sudário integrantes do Eixo 3 do GEPCH (Grupo de Estudos em Psicologia e Comportamento Humano) do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária assinam o artigo.

Leia o artigo completo em: https://bit.ly/3w5FmTc

Jackeline Santos – Observadora Certificada desde: 2020. Cidade: Ilhéus/BA.

Especialista em Gestão e Legislação de Trânsito; Pós-Graduanda em Direito de Trânsito e Psicologia do Trânsito; Instrutora Especializada em Fiscalização, Transporte Trânsito e equipamentos pesados; Idealizadora do Grupo CONVERGE AÇÃO – Conexão Verde Gestores em Ação; Tecnóloga em Gestão Ambiental; e Agente Municipal de Trânsito.

Instagram: @jsconsultorias.transito

LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/jackelinesantos-1475921a6

Nádia Cristina dos Santos Sudário – Observadora desde 2020. Cidade: Araguari/MG.

Geógrafa, Dra. em Geografia Urbana, Especialista em Engenharia de Tráfego e Trânsito.

Instagram: @nadiacssudario

LinkedIn: Nadia Sudario

No Comments

Post A Comment