fbpx
Loader
OBSERVADORA CERTIFICADA PARTICIPA DO 13º FOCOTRAN E AVALIA OPORTUNIDADES DO EVENTO EM ENTREVISTA AO PORTAL DO TRÂNSITO
28745
post-template-default,single,single-post,postid-28745,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-28047

OBSERVADORA CERTIFICADA PARTICIPA DO 13º FOCOTRAN E AVALIA OPORTUNIDADES DO EVENTO EM ENTREVISTA AO PORTAL DO TRÂNSITO

OBSERVADORA CERTIFICADA PARTICIPA DO 13º FOCOTRAN E AVALIA OPORTUNIDADES DO EVENTO EM ENTREVISTA AO PORTAL DO TRÂNSITO

De 23 a 25 de novembro de 2021, foi realizado em Gramado, no Rio Grande do Sul, o 13º FOCOTRAN – Fórum dos Conselheiros de Trânsito. A vice-presidente da Associação Brasileira de Advogados de Trânsito, coordenadora do grupo de estudos em Direito de Trânsito da OAB seccional do Rio Grande do Sul e Observadora Certificada pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Rochane Ponzi, foi entrevistada pelo Portal do Trânsito e contou um pouco sobre a sua participação no evento.

Representando a Associação Brasileira de Advogados de Trânsito, a Observadora Certificada, durante um bate-papo com Celso Alves Mariano, destacou a sua visão sobre a realização da 13ª edição do Focotran e as oportunidades abertas para discussão de vários temas pertinentes relacionados ao trânsito.

Conforme explicou Rochane Ponzi, “acho que é uma virada de chave sim, pela pluralidade, pela democracia do debate, mas mais do que isso, porque temos visto em alguns estados da federação aquela vontade, aquele idealismo de alguns que possuem o poder da caneta, como eu brinco, de fazer diferente no seu próprio conselho de trânsito. Um exemplo é a questão do Detran de São Paulo, que sem medo, e eu imagino que não deve ter sido muito fácil ao doutor Frederico Arantes, abrir as suas seções de julgamento para que o cidadão possa ver que aquilo não é uma caixa preta”, destacou.

O encontro possibilitou a discussão de uma agenda com temas como: Integração do SNT (Sistema Nacional de Trânsito); sua responsabilidade salva vidas? Qual o papel e quais as mudanças que as entidades que fazem parte do processo de formação dos condutores estão dispostas a promover; atualização do CTB e Resoluções do Contran; PNATRANS; A importância do surgimento do Focotran”.

Assista à entrevista:

No Comments

Post A Comment