fbpx
Loader
Painel CNT – Acidentes Rodoviários aponta BR-101 como campeã em sinistro de trânsito no Brasil
27747
post-template-default,single,single-post,postid-27747,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive,elementor-default,elementor-kit-28047

Painel CNT – Acidentes Rodoviários aponta BR-101 como campeã em sinistro de trânsito no Brasil

Painel CNT – Acidentes Rodoviários aponta BR-101 como campeã em sinistro de trânsito no Brasil

Conforme levantamento do Painel CNT – Acidentes Rodoviários, a BR-101, no Espírito Santo, continua sendo a rodovia com o maior número de sinistros de trânsito no Brasil. Segundo os dados de 2020, foram contabilizados 8.715 sinistros com vítimas, resultando em 627 óbitos. O custo estimado com os sinistros ocorridos em rodovias federais no País chegou a R$10,22 bilhões, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária acompanha há anos esses impactos causados pelos sinistros de trânsito e foi consultado pelo portal ES Hoje para comentar os possíveis impactos sociais desse aumento.

Conforme a publicação, foram 2.530 sinistros nas estradas que cortam o estado, sendo 2.233 com vítimas (mortos e feridos). Ocorreram em média, 231 sinistros com vítimas a cada 100 km de rodovia no Espírito Santo. No período de 2007 a 2020, foram 77.912 sinistros, ocasionando o registro de 35.955 vítimas. No perímetro da região, a cada 100 sinistros com vítimas, seis pessoas morreram no ano passado.

Para o diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, José Aurelio Ramalho: “Quando um acidente de trânsito acontece, as pessoas não se dão conta do efeito que isso gera na sociedade. Todo mundo, por meio dos impostos, acaba desembolsando uma soma importante para custeá-los, uma vez que os gastos com hospitais, médicos, infraestrutura, medicamentos, pronto-atendimento, entre outros, são pagos por meio deles. Consequentemente, esse recurso deixa de ser investido em melhorias na saúde, educação e saneamento básico, que poderiam ter sido feitas, mas não acontecem por causa dos acidentes de trânsito que poderiam ser evitados”, pontuou.

Leia a matéria completa: https://eshoje.com.br/br-101-continua-sendo-campea-em-numero-de-acidentes-aponta-pesquisa/

Foto: João Marcos Rosa/OECO

No Comments

Post A Comment