OBSERVATÓRIO | Como seria o trânsito dos seus sonhos? Esta é a reflexão que o OBSERVATÓRIO propõe para a SNT 2019
22448
post-template-default,single,single-post,postid-22448,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Como seria o trânsito dos seus sonhos? Esta é a reflexão que o OBSERVATÓRIO propõe para a SNT 2019

Como seria o trânsito dos seus sonhos? Esta é a reflexão que o OBSERVATÓRIO propõe para a SNT 2019

Campanha cedida gratuitamente pela ANFAVEA pode ser utilizada pela sociedade

Baixe o vídeo e peças da campanha

 

Instituída pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a Semana Nacional de Trânsito acontece de 18 a 25 de setembro. Para chamar a atenção da sociedade sobre a importância de realizar ações de conscientização, com foco na redução dos acidentes de trânsito, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária disponibiliza a campanha No trânsito, o sentido é a vida, cujo mote das peças publicitárias é: “Como seria o trânsito dos seus sonhos? ”. Trata-se de uma reflexão das crianças para imaginarem o trânsito ideal, sem violência e acidentes. O filme relata, com leveza, como o trânsito afeta a todos nós, independentemente da idade. O OBSERVATÓRIO, em parceria com a Agência Atua, criou uma série de peças publicitárias para promover a reflexão sobre o comportamento diário de cada cidadão em seus deslocamentos.

 

Para o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Jerry Dias, a Semana Nacional de Trânsito é um momento para reflexão a respeito da necessidade de ações efetivas que promovam a redução das mortes e lesões no trânsito.

 

Segundo Dias, dados do seguro DPVAT revelaram que, de 2008 a 2017, cerca de 500 mil pessoas perderam a vida no trânsito brasileiro e outras 3 milhões ficaram com algum tipo de invalidez permanente. “É uma questão é complexa, deve ser considerada como um problema de saúde pública. Por isso é necessária a construção de soluções por toda a sociedade. Cada pessoa deve entender que faz parte da solução, sendo mais cortês no trânsito, compreendendo que, no trânsito, o sentido é a vida”, afirmou o diretor.

 

A campanha é oferecida gratuitamente pela ANFAVEA (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) à sociedade e, por meio dos depoimentos dados livremente pelas crianças, que se transformaram em vídeo para a campanha #MeOuça, divulgada durante o Maio Amarelo, convida a sociedade a pensar e agir para a realização desse sonho, todos eles com a mesma intenção: “Queremos respeito”.

“Essa campanha se encaixa perfeitamente às expectativas da indústria automobilística por um trânsito cada vez mais seguro. Na nossa visão, a segurança viária tem várias dimensões, que passam pelos equipamentos de segurança ativa e passiva cada vez mais presentes nos automóveis nacionais, pela qualidade das vias públicas e pela educação de todos os que trafegam por essas vias. O desafio é de toda a sociedade”, reforça Luiz Carlos Moraes, presidente da ANFAVEA.

“Nossa recomendação é que todos os integrantes do Sistema Nacional de Trânsito, assim como a sociedade de uma forma geral, usem as peças da campanha cedida pela ANFAVEA, para que possamos reforçar o tema em vários ambientes, alcançando todo cidadão e trabalharmos o conceito de que todos temos a responsabilidade de tornar as nossas ruas e estradas mais seguras”, diz José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO.

 

Sobre a importância da Educação para o Trânsito

 

Segundo a Resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) nº 166/04: “A educação para o trânsito ultrapassa a mera transmissão de informações. Tem como foco o ser humano, e trabalha a possibilidade de mudanças de valores, comportamentos e atitudes. Não se limita a eventos esporádicos e não permite ações descoordenadas. Pressupõe um processo de aprendizagem continuada e deve utilizar metodologias diversas para atingir diferentes faixas etárias e clientela diferenciada”.

 

É também na Semana Nacional de Trânsito que se comemora o aniversário da promulgação do CTB, sancionado no dia 23 de setembro de 1997. Essa data já é utilizada desde 1958, quando foi instituído o Dia do Trânsito – 25 de setembro – por meio do Decreto Federal 45.064/58.

 

“Se praticarmos o sentido da palavra empatia, ou seja, nos colocarmos no lugar do outro em todas as situações, a relação entre pessoas, veículos e vias vai mudar. O que queremos hoje é sonhar com algo possível e plausível, afinal nós acreditamos que a segurança no trânsito para todos que estão indo ou vindo em qualquer modo de transporte, em qualquer cidade ou rodovia do nosso país, pode existir sem mortos ou feridos, e deixar de ser apenas um sonho bom” conclui Ramalho.

2 Comentários
  • Jair Soares
    Postado às 14:30h, 21 agosto Responder

    O trânsito do meu Sonho Séria: o meu Direito começa quando terminar o Seu. Sabendo que cada um e parte do trânsito pensando nisso eu Jair Soares vejo que para este Problema ser resolvido ou ter uma grande Redução teríamos que ser Reeducados pois sabemos de Leis, sabemos dos problemas, sabemos das consequências e nunca paramos pra pensar ou quando tudo está feito que colocamos a Mão na consciência temos que impactar a todos que assistem Televisão, todos das Redes Sociais, meios de Comunicação com o Seguinte todos somos importantes e fazemos parte deste trânsito que o sentido da vida e Viver Sair de carro, Moto, ônibus, Caminhão, Carreta, Bicicleta ou mesmo a Pé para divertir e Não sermos manchete de Tragédia e sim de um Brasil que pode e vai Superar e ser exemplo para todo o Mundo devemos respeitar.

    No Trânsito o Sentido e a Vida 🎗️🎗️🎗️🎗️🎗️🎗️.

  • Mauricio Pontello
    Postado às 15:15h, 25 agosto Responder

    Cada frase destas crianças merece uma dissertação.
    Parabéns ONS e todos envolvidos.

Escreva um comentário