Loader
OBSERVATÓRIO é a única entidade brasileira no 6º Congresso Ibero-americano de Segurança Rodoviária
19826
post-template-default,single,single-post,postid-19826,single-format-standard,bridge-core-2.3.6,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-22.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,disabled_footer_bottom,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.2.0,vc_responsive

OBSERVATÓRIO é a única entidade brasileira no 6º Congresso Ibero-americano de Segurança Rodoviária

OBSERVATÓRIO é a única entidade brasileira no 6º Congresso Ibero-americano de Segurança Rodoviária

Única entidade a representar o Brasil na sexta edição do Congresso Ibero-americano de Segurança Rodoviária (CISEV), realizado pelo Instituto Ibero-Americano de Estradas (IVIA) e pelo Instituto Latino-Americano de Pesquisa e Estudos Rodoviários (ILIEV), em Lima (Peru), o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária apresentou o Movimento Maio Amarelo aos presentes no evento. O OBSERVATÓRIO conta com o patrocínio da Abeetrans (Associação Brasileira das Empresas de Engenharia de Trânsito) e da empresa Lindsay. Ambas fazem parte do Programa Laço Amarelo que visa disseminar a cultura da segurança e da conscientização no trânsito.

José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, falou da experiência da criação do Movimento Maio Amarelo para representantes de mais diversos países. Há cinco anos, Ramalho e uma equipe de profissionais da área de Trânsito, criaram o Movimento Maio Amarelo, que chama a atenção para o número de vítimas do trânsito. O Movimento atravessou as fronteiras brasileiras e hoje já é realizado em mais de 25 países do mundo, com ações acontecendo durante todo o mês de maio. Somente na edição de 2018 foram computadas mais de 12 mil notícias na mídia sobre o tema e o alcance nas redes sociais superou as 7,5 milhões de pessoas.

 

 

O Congresso Ibero-americano de Segurança Rodoviária (CISEV) ocorre desde 16 de outubro e se encerra no dia 18 de outubro, propondo discussões sobre o tema “Infraestruturas que salvam vidas. Soluções para uma cidade e uma estrada mais sustentáveis​​”. Trata-se de uma análise sobre os desafios que, para uma mobilidade segura e eficiente, trazem consigo o crescimento espetacular da população latino-americana para as próximas três décadas.  Desafios que afetam os ambientes urbanos, mas, acima de tudo, são especialmente preocupantes em estradas peri-urbanas e interurbanas, onde os registros de acidentes e mortes devido a acidentes de trânsito continuam a ser extremamente preocupantes.

No Comments

Post A Comment