Artigos

Abraciclo é parceira do OBSERVATÓRIO no Movimento Maio Amarelo

Escrito por Portal ONSV

28 MAR 2018 - 16H46

Desde 2014, ano em que o Movimento Maio Amarelo foi criado, a Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, está presente no Movimento Maio Amarelo. Em 2018 não será diferente. A Abraciclo, mais uma vez, mostra-se comprometida com a redução de acidentes e, junto ao OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, irá apoiar as ações que visam preservar vidas no trânsito.

De acordo com dados do Sistema Datasus, compilados pelo OBSERVATÓRIO, motociclistas estão envolvidos em 40% dos 38 mil acidentes com mortes registrados em 2015.  “Daí a importância de uma entidade como a Abraciclo estar envolvida diretamente em uma ação de caráter mundial como o Movimento Maio Amarelo. Para nós, trata-se de um importante parceiro que se junta, mais uma vez, ao OBSERVATÓRIO para alertar e conscientizar as pessoas para um trânsito mais seguro. Infelizmente o trânsito brasileiro mata uma pessoa a cada 12 minutos e isso é muito triste. Precisamos, todos, fazer algo para mudar essa realidade tão cruel”, destaca José Aurelio Ramalho, diretor-presidente do OBSERVATÓRIO.

"Ao apoiar o programa Maio Amarelo 2018, a Abraciclo dá sequência e amplia suas ações em prol da conscientização e orientação sobre a Segurança no Trânsito, pois entende que a melhor maneira de se reduzir a ocorrência de acidentes é através da educação", afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo. "O setor de Duas Rodas, representado pela Abraciclo, tem investido seguidamente em ações de pilotagem segura, conscientização e orientação de motociclistas, visando a prevenção aos acidentes de trânsito. Além disso, a indústria do setor desenvolve inovações tecnológicas para oferecer cada vez mais segurança aos veículos, como se pode verificar com a implantação do sistema de frenagem CBS (Combined Braking System), que combina as ações dos freios traseiro e dianteiro, simultaneamente, mesmo que apenas um deles seja acionado, reduzindo a distância de frenagem e assegurando maior estabilidade à motocicleta nesta operação", complementa.

No Maio Amarelo de 2017, a Abraciclo distribuiu quase um milhão de folhetos educativos em quinze pontos críticos em São Paulo para os motociclistas. A ação abrangente foi realizada em parceria com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e com a Secretaria de Mobilidade e Transportes da Prefeitura de São Paulo.  Outros quatro mil motociclistas passaram pelo MotoCheck-up realizado na Marginal Tietê.

[vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column][vc_gallery type="nivo" interval="3" images="18359,18360,18361,18362,18363" img_size="full"][vc_column_text]

Motociclistas não-habilitados

Recentemente, o OBSERVATÓRIO divulgou o estudo “Condução de motocicletas sem habilitação no Brasil: análises a partir da frota e número de condutores”, que mostra uma diferença de aproximadamente quatro milhões de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) a menos, em comparação com o número de motocicletas emplacas. O estudo compara a relação entre condutores habilitados (que possuem CNH) e a frota correspondente em cada Estado. Além disso, o estudo traz ainda que desde o ano 2000, a frota de motocicletas no Brasil aumentou em mais de 13 vezes e esse crescimento expressivo não se deu de forma ordenada.

Para saber mais sobre a pesquisa, acesse: https://www.onsv.org.br/estudo-inedito-revela-falta-de-habilitacao-de-motociclistas-e-consequencias-para-o-transito-no-brasil/

Observador_certificado_ministra_palestra_camara_de_vereadores_de_sao_borja_rs
Observadores Certificados

Observador Certificado ministra palestra sobre segurança viária na Câmara de Vereadores de São Borja/RS

A palestra “Trânsito (in)seguro: Responsabilidades Compartilhadas”, foi ministrada no plenário da Câmara de Vereadores do município de São Borja, no Rio Grande do Sul, pelo Observador Certificado e representante do Maio Amarelo 2024, Eduardo Cadore, no final do mês de maio.

Seminario_de_prevencao_de_uso_de_alcool_e_drogas
Observadores Certificados

Seminário de Prevenção do uso do Álcool e outras Drogas no Trânsito em Minas Gerais tem palestra de representante do OBSERVATÓRIO

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp) por meio da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas (Supod) realizou no final de maio, o Seminário de Prevenção do uso do Álcool e outras Drogas no Trânsito. O evento, realizado no auditório da Escola de Formação e Aperfeiçoamentos de Sargentos da Polícia Militar de Minas Gerais, em Belo Horizonte, contou com a presença do Observador Certificado e representante do Movimento Maio Amarelo em Minas Gerais, Alexander Magalhães.

Observadores_certificados_tomam_posse_cetran_mg
Observadores Certificados

Observadores Certificados tomam posse junto ao Conselho Estadual de Trânsito de Minas Gerais

No dia 23 de abril, foi realizada a posse dos novos membros do Conselho Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Cetran-MG). Na ocasião foram empossados como conselheiros os Observadores Certificados Alexander Ferreira de Magalhães e Kenedy Santos Pereira. A cerimônia ocorreu no Palácio Tiradentes na Cidade Administrativa em Belo Horizonte, e contou com a presença da Secretária de Estado e Planejamento e Gestão, Luísa Cardoso Barreto, presidente do colegiado, do Chefe da Coordenadoria Estadual de Gestão de Trânsito (CET-MG), antigo Detran-MG, Lucas Vilas Boas Pacheco, conselheiros empossados e integrantes da equipe administrativa do colegiado.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Saiba mais

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.