Artigos

MAIO AMARELO – UMA ABORDAGEM NAS UNIVERSIDADES

Escrito por Portal ONSV

17 SET 2022 - 10H00

*Rodrigo Aguiar dos Santos

Universidade Tiradentes (UNIT-PE)

Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER-PE)

Introdução

O alto índice de mortes no mundo vem levando países a elaborarem medidas para diminuir este número. No Brasil não é diferente. Foi criado pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, o Maio Amarelo visando reduzir em 50% este número. O tema deste ano, “Juntos salvamos vidas” foi apresentado em uma universidade na cidade do Recife. A importância do tema foi tão relevante que o resultado foi de total interação entre os alunos de diversos cursos e o professor palestrante, atual Observador Certificado.

Abstract

The high rate of deaths in the world has led countries to develop measures to reduce this number. In Brazil it is no different. The Yellow May was created by the National Road Safety Observatory to reduce this number by 50%. This year's theme, “Together we save lives” was presented at a university in the city of Recife. The importance of the topic was so relevant that the result was total interaction between students from different courses and the lecturer, currently a certified observer.

1.0 Introdução

O Brasil vem fazendo sua parte na busca por soluções para diminuição do alto índice de sinistros e mortes que ocorrem anualmente em todo o mundo. A meta estabelecida pela OMS (Organização Mundial de Saúde) é de reduzir em 50% essas mortes. Com isso, foi criado no país, o movimento Maio Amarelo pelo OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária.   O mês de maio ganha uma cor – o amarelo – e o forte propósito de chamar a atenção para a tão necessária segurança no trânsito. A campanha deste ano tem o tema: “Juntos Salvamos Vidas”, que destaca exatamente a necessidade da ação coletiva para que os propósitos sejam alcançados. Com esse objetivo é colocado em pauta o tema segurança viária mobilizando toda a sociedade, envolvendo: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil para discutir o tema, realizar ações e divulgar os resultados.

As universidades são locais importantes para divulgação da campanha, já que o tema é de interesse para todos os cursos. Com isso, para o mês de maio, foi realizada uma palestra na Universidade Tiradentes (UNIT) na cidade do Recife por um professor da instituição e observador certificado. A cidade virou parceira do OBSERVATÓRIO e, com isso, ganhou o certificado “Laço Amarelo", que simboliza o comprometimento com políticas públicas para reduzir mortes e lesões no trânsito.

2.0 Palestra

A palestra Maio Amarelo contou com estudantes de diversos cursos. A importância foi lembrar as pessoas sobre um trânsito seguro já que os acidentes continuam a ser comuns. Temas importantes ganharam a atenção na intenção de começar a evitá-los como: atenção; segurança no trânsito; sinistros; dicas para dirigir a noite; respeito; responsabilidade; conscientização; importância de cintos de segurança; direção defensiva; limite de velocidade.

O tema também é importante para quem não dirige. Os sinistros por descuido dos pedestres ao não olharem antes de atravessar a rua elevam o índice de gravidade das lesões. Então, é útil que seja lembrado de como se prevenir contra os carros, motos e ônibus. Foi falado sobre a importância das faixas para atravessar e que os veículos devem respeitá-las também. Mas, outro tema que não deve ser ignorado é sobre o uso do cinto de segurança, mesmo no banco de trás. Assim, os riscos reduzem e todos ficam seguros.

Abordar a direção defensiva de acordo com o manual do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) também é uma das principais maneiras de se comportar no trânsito. A possibilidade de um condutor reconhecer antecipadamente as situações de perigo, prever suas consequências e estar preparado para tomar decisões que protejam os ocupantes dos veículos e os demais usuários da via fazem parte dos conceitos de direção defensiva. É de extrema importância citar as autoescolas na teoria e na técnica para os alunos se familiarizem com o volante, dando confiança para que aprendam a dirigir da forma certa, prudente, prezando pela segurança e direção defensiva. Aprender a dirigir em uma autoescola é a forma inteligente e correta para que o futuro motorista adquira hábitos positivos de direção, como colocar o cinto de segurança, ajustar os retrovisores antes de dar a partida e puxar o freio de mão em rampas, por exemplo. Todos esses hábitos, imprescindíveis de um bom motorista, evitam acidentes e colaboram para termos um trânsito mais calmo, respeitoso e seguro.

São hábitos automatizados que, com o passar do tempo, tornam-se difíceis de serem corrigidos depois de incorporados pelo condutor, como não posicionar as duas mãos no guidão ou volante, não ligar a seta antes de dobrar à esquerda ou à direita ou até não saber a importância de não manusear o celular quando estiver ao volante, quesito básico de educação e segurança que é considerado um dos problemas que mais geram acidentes nas vias hoje em dia.

3.0 Conclusão

O resultado da palestra foi positivo. Os alunos se mostraram interessados e participaram interagindo com o professor. A discussão e debate sobre o assunto é de total relevância no aprendizado do condutor. Incentivos educacionais desde a formação do aluno na escola, continuando nas formações e aprendizados na autoescola, devem ser tratados também em universidades. A expectativa é que com o crescimento do movimento, mais ações como essas sejam implantadas nas universidades com intuito de conscientizar também os futuros profissionais em todas as áreas.

[vc_empty_space]

[vc_row css_animation="" row_type="row" use_row_as_full_screen_section="no" type="full_width" angled_section="no" text_align="left" background_image_as_pattern="without_pattern"][vc_column width="1/2"][vc_single_image image="30472" img_size="full" alignment="center" qode_css_animation=""][/vc_column][vc_column width="1/2"][vc_empty_space]

Rodrigo Aguiar dos Santos - Observador Certificado;

Engenheiro do Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco;

Professor da Universidade Tiradentes - UNIT PE;

Doutorando em Transportes na Universidade de Coimbra – Portugal;

Mestre em Engenharia Civil;

Especialista em Infraestrutura de Transportes e Rodovias;

Consultor em projetos de Segurança e Sinalização Viária.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Observador_certificado_nomeado_secretario_municipal_mobilidade_urbana_paco_lumiar_ma
Observadores Certificados

Observador Certificado é nomeado secretário Municipal de Mobilidade Urbana do município de Paço do Lumiar/MA

A edição de 03 de junho, do Diário Oficial de Paço Lumiar, no Maranhão, publicou o decreto a nomeação do Observador Certificado Fábio Fernandes Alves para o cargo de secretário municipal de Mobilidade Urbana do município. Essa nomeação auxiliará na implementação e desenvolvimento de ações de segurança viária e mobilidade em Paço Lumiar, Região Metropolitana de São Luís.

Observador_Certificado_ministra_palestra_em_workshop_do_ministerio_publico_minas_gerais
Observadores Certificados

Observador Certificado ministra palestra em workshop realizado pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), uma Entidade Laço Amarelo, por meio de sua Diretoria de Gestão de Frota (DGET), realizou no final do mês de maio o Seminário “Transportando Vidas no Maio Amarelo”. O evento que ocorreu no Salão Vermelho do MPMG, em Belo Horizonte, contou com a participação do Observador Certificado e representante do Movimento Maio Amarelo em Minas Gerais, Alexander Magalhães.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Saiba mais

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.