Artigos

São Borjas (RS) é um Município Laço Amarelo

Escrito por Portal ONSV

28 MAR 2019 - 15H48

Com mais de 60 mil habitantes, São Borjas (RS) está atenta às demandas de mobilidade urbana e, para contribuir com um trânsito mais seguro, tornou-se um Município Laço Amarelo. Desta forma, a cidade passa a receber mensalmente conteúdo educativo, para trabalhar temas importantes como uso do cinto de segurança, velocidade segura, uso de capacete e transporte seguro de crianças, entre outros, com seus mais variados públicos.

O município poderá acessar ainda informações, estatísticas e estudos sobre mobilidade urbana ao OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária. O direito de participação foi adquirido por meio de um dos representantes da instituição no Rio Grande do Sul, Lindolfo Hardt, que entregou ao prefeito Eduardo Bonotto, o voucher (documento que comprova direito ao serviço) que dá acesso ao serviço à Prefeitura por 90 dias.

O OBSERVATÓRIO disponibiliza para os municípios parceiros uma plataforma com programas que permitem acessar dados e vídeos relativos a segurança no trânsito. Lindolfo Hardt explica que no Rio Grande do Sul são apenas quatro representantes da instituição e que São Borja será um dos poucos municípios do estado contemplados com o serviço.

O prefeito Eduardo Bonotto falou que o serviço é bem-vindo e dará mais subsÍdio para o trânsito na cidade. Na ocasião, Bonotto também confirmou apoio e participação da Prefeitura nas programações do Maio Amarelo. O secretário Damião Ribas e o diretor de Trânsito Airton Rocha ainda lembram que a Prefeitura vem reforçando a sinalização viária, bem como reafirmaram a parceria do município com os Centros de Formação de Condutores em palestras a fim de orientar e explicar o trabalho de fiscalização.

""

Univasf_recebe_comite_regional_prevencao_acidentes_moto
Observadores Certificados

Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco/PE recebe Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do Francisco (HU-Univasf), em Pernambuco, recebeu, no final de maio, a visita de um grupo de membros do Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto (CRPAM) e representantes do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e do Observatório de Segurança Pública do Município de Petrolina. O objetivo foi mostrar in loco, a partir dos fluxos de atendimentos e internações no Hospital, as repercussões dos sinistros de transporte terrestre para a saúde pública. O HU-Univasf é um dos 45 hospitais gerenciados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

SP2_330_pessoas_morreram_atropeladas_na_capital_de_sao_paulo_em_2023
Matérias

330 pessoas morreram atropeladas na capital de São Paulo em 2023

O SP2, telejornal da TV Globo, da última quinta-feira (13), alertou sobre o crescente risco no trânsito para os pedestres na capital e Grande São Paulo. Somente em 2023, 330 pessoas morreram atropeladas na capital paulista. O CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, reforçou a necessidade de investimento em campanhas de educação para o trânsito durante a reportagem.

Observador_certificado_ministra_palestra_camara_de_vereadores_de_sao_borja_rs
Observadores Certificados

Observador Certificado ministra palestra sobre segurança viária na Câmara de Vereadores de São Borja/RS

A palestra “Trânsito (in)seguro: Responsabilidades Compartilhadas”, foi ministrada no plenário da Câmara de Vereadores do município de São Borja, no Rio Grande do Sul, pelo Observador Certificado e representante do Maio Amarelo 2024, Eduardo Cadore, no final do mês de maio.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Saiba mais

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.