Artigos

TRANSFORMANDO A SEGURANÇA NAS TRAVESSIAS: O PAPEL DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL EM CRUZAMENTOS PARA PEDESTRES

Escrito por Portal ONSV

11 JAN 2024 - 10H52

Os avanços tecnológicos, especialmente no campo da inteligência artificial (IA), são vistos com grande potencialidade para melhorar a segurança viária, dentre eles, a segurança dos pedestres em cruzamentos. Ao integrar a IA, é possível criar sistemas inovadores que facilitam a travessia, reduzindo os riscos de acidentes, mas também desempenham um papel crucial na contagem de tráfego, melhorando ainda mais a eficiência do sistema. Este artigo explora como essas tecnologias estão transformando as interseções urbanas.

Os sistemas de semáforos inteligentes representam uma revolução no controle de tráfego, especialmente em cruzamentos com travessias de pedestres. Essas tecnologias avançadas utilizam algoritmos de inteligência artificial para analisar e responder dinamicamente às condições em tempo real. A implementação desses sistemas não apenas melhora a segurança nas travessias, mas também otimiza o fluxo de tráfego, promovendo uma experiência mais eficiente e segura para pedestres e motoristas.

Além do monitoramento em tempo real e da análise de padrões de movimento, a adaptação dinâmica dos sinais é uma característica fundamental dos sistemas de semáforos inteligentes. Essa capacidade permite que o tempo de sinalização seja ajustado com base nas condições específicas do momento, levando em consideração o volume de pedestres e veículos. Dessa forma, o cruzamento pode ser otimizado para garantir uma travessia mais eficiente e segura.

A prevenção de conflitos é outra vantagem significativa proporcionada pela inteligência artificial nos semáforos. Os algoritmos conseguem antecipar potenciais situações de risco, como cruzamentos simultâneos ou movimentos conflitantes entre veículos e pedestres. Ao identificar essas situações, os semáforos inteligentes podem ajustar suas sequências de sinalização para evitar colisões e minimizar os riscos associados.

Tecnologias que fazem a contagem volumétrica dos veículos de cada aproximação da interseção semaforizada e alteram a programação semafórica a cada ciclo já existem a várias décadas. O desafio agora é usar a IA para fazer também a mensuração dos pedestres e incorporar este dado na reprogramação dos semáforos, em consonância com o conceito de que trânsito não é a circulação de veículos, mas, sim, a circulação de pessoas e coisas, dentro ou fora dos veículos.

A implementação desses sistemas não apenas melhora a segurança nas travessias, mas também contribui para a otimização do fluxo de tráfego. A coordenação inteligente dos semáforos reduz congestionamentos, diminui o tempo de espera nos cruzamentos e, consequentemente, promove uma experiência mais eficiente para pedestres e motoristas.Os benefícios estendem-se além do aspecto operacional, influenciando positivamente a mobilidade urbana. Ao adotar soluções baseadas em inteligência artificial nos cruzamentos, as cidades podem alinhar-se com princípios de desenvolvimento sustentável, proporcionando um ambiente mais seguro e eficiente para seus habitantes.

A utilização desses sistemas também requer uma abordagem proativa na educação e no comportamento dos pedestres para garantir uma interação segura e eficaz. A conscientização sobre as novas tecnologias e o comportamento adequado ao atravessar ruas equipadas com semáforos inteligentes é crucial para maximizar os benefícios desses sistemas.

Programas educacionais podem ser desenvolvidos para informar os pedestres sobre como os semáforos inteligentes funcionam e quais sinais específicos devem ser seguidos. Destacar a importância de aguardar os sinais adequados, como "andar" e "parar", e explicar as mudanças dinâmicas desses sinais com base nas condições em tempo real são essenciais.

Além disso, a conscientização sobre a presença de sensores e câmeras nos semáforos inteligentes pode ajudar os pedestres a compreenderem a interconexão entre seu comportamento e a operação eficiente do sistema. Campanhas de sensibilização pública, sinais informativos e material educativo distribuído em escolas e comunidades são estratégias eficazes para promover uma cultura de tráfego mais segura.

A instalação, impulsionada por tecnologias avançadas como inteligência artificial, envolve custos que variam de acordo com o tamanho e a complexidade do projeto. Elementos-chave a serem ponderados incluem a atualização ou substituição da infraestrutura existente, a escolha da tecnologia específica, a integração com outros sistemas e os custos de manutenção contínua. Além disso, é essencial considerar o treinamento de pessoal e os benefícios potenciais a longo prazo, como a melhoria da segurança viária, a otimização do tráfego e a eficiência operacional.

Ao avaliar os custos, é crucial envolver autoridades locais de trânsito e especialistas em transporte para obter estimativas precisas e personalizadas. Embora a implementação inicial represente um investimento significativo, os sistemas de semáforos inteligentes têm o potencial de gerar economias a longo prazo, contribuindo para uma mobilidade urbana mais segura, eficiente e sustentável.

Em conclusão, os semáforos inteligentes, impulsionados pela inteligência artificial, representam uma revolução no controle de tráfego, não apenas aprimorando a segurança nas travessias, mas também moldando o cenário urbano em contextos sustentáveis. Ao integrar essas tecnologias inovadoras, as cidades estão não apenas melhorando a mobilidade e eficiência operacional, mas também criando ambientes urbanos mais humanizados e centrados nas necessidades dos pedestres. A coordenação inteligente dos semáforos, aliada à contagem eficiente de pedestres, reduzindo tempos de espera e promovendo uma experiência mais segura e eficiente, contribui para a construção de cidades que priorizam o bem-estar de seus habitantes. Esses avanços representam não apenas uma transformação na segurança viária, mas também um passo crucial em direção a cidades sustentáveis do futuro, onde a tecnologia não apenas melhora a mobilidade, mas também promove a qualidade de vida e a harmonia entre as pessoas e o ambiente urbano.




Observatorio_uber_detran_rn_promovem_blitz_educativa_em_natal
Matérias

OBSERVATÓRIO, Uber e Detran-RN promovem blitz educativa em Natal/RN

O OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, a Uber, o Detran-RN (Departamento Estadual de Trânsito) do Rio Grande do Norte, a STTU (Secretaria de Mobilidade Urbana) de Natal, o CPRE (Comando de Polícia Rodoviária Estadual), o BPTRAN - Batalhão de Polícia de Trânsito do Rio Grande do Norte, a Honda e a equipe de teatro realizaram uma blitz educativa na última quinta-feira (29), na Avenida Engenheiro Roberto Freira, zona Sul de Natal, no Rio Grande do Norte.

Artigo_OC_Mercia_Gomes_analise_de_acidentes_com_inteligencia_artificial
Artigos

Análise de Acidentes com Inteligência Artificial: Aprimorando a Segurança da Frota

A inteligência artificial vem transformando muitos setores, e não poderia ser diferente na gestão de frotas. Pesquisas indicam que a IA pode gerar um crescimento econômico de até R$ US$ 13 trilhões até 2023 (fonte: Conversion)

Recife_pe_sem_radares
Observadores Certificados

Recife/PE sem radares: pendências no processo licitatório prejudicam fiscalização de velocidade

O programa da Rádio Jornal Recife da última segunda-feira (26), destacou as mais de 100 avenidas e ruas da cidade de Recife, no Pernambuco, totalmente desprovidas de fiscalização de velocidade e mais de 60 equipamentos desligados devido a pendências no processo licitatório. O mestre em Inovação e Desenvolvimento para o Trânsito, especialista em Fiscalização e Segurança e Observador Certificado, Emanoel Silva, falou à rádio como fica a situação de pedestres e ciclistas em casos como esse.

Saiba mais

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.