Artigos

Tristeza recorrente

Escrito por Portal ONSV

30 NOV 2017 - 10H22

Mais uma semana marcada pelo registro de grave acidente que ceifa vidas e causa comoção na sociedade.

O fato novamente acontece: um veículo avança um cruzamento, o condutor supostamente a conduzir embriagado choca seu veículo com outro e temos mais uma família a chorar a dor da perda de entes queridos.

Infelizmente esse é apenas um dos inúmeros relatos de acidentes fatais no país. Em Santa Catarina, um dos principais jornais do Estado aponta que no final de semana oito mortes foram registradas em rodovias. Sete das oito vítimas fatais tinham menos de 25 anos.

Ao longo dos anos o Brasil tem se acostumado com acidentes de trânsito, tem visto isso como algo normal, uma consequência dos desígnios divinos, quando em muitos dos casos os acidentes e suas mortes e feridos graves poderiam ser evitados.

Seria ideal que nossa sociedade, da mesma forma que se mostra indignada com as ações de fiscalização que resultam na tal “indústria da multa”, a qual comprovadamente não existe, assim ficasse com os acidentes que ocorrem a todo o momento, e que a cada quinze minutos mata uma pessoa e a cada minuto deixa uma pessoa permanentemente sequelada.

Os números de mortos e feridos no nosso trânsito são excessivos, superiores a muitas guerras e apesar disso alguns governos, empresas e sociedade ainda não se deram conta da importância de reverter esse quadro para a preservação da vida e também para redução de despesas e melhoria da saúde pública.

A insistência com que tratamos desse assunto, de apresentar os dados é necessária para que possamos um dia minimizar os riscos e quem sabe mudar a cultura, o comportamento de nossa sociedade que fica consternada com eventos pontuais que ceifam vidas, mas que no dia a dia, não se importa em conduzir e manusear o celular, exceder os limites de velocidade, avançar o sinal vermelho.

Para o bem de todos, é preciso consciência de cada um, afinal de contas, no trânsito todos podemos nos tornar vítimas a qualquer momento. As 38.651 vítimas fatais de 2015 ratificam tal argumento.

Renato Campestrini | NOV/2017.

Cerca_de_62_pessoas_envilvidas_em_sinistros_de_transito_no_rio_de_janeiro_em_2023
Observadores Certificados

Cerca de 62 pessoas envolvidas em sinistros de trânsito por dia no Rio de Janeiro em 2023

O telejornal Bom Dia Alerj da TV Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), de hoje (21), apresentou uma reportagem sobre violência no trânsito nos grandes centros urbanos e destacou uma pesquisa que classifica o estado do Rio de Janeiro entre os três com os motoristas mais rudes do Brasil. O especialista em Gestão e Direito de Trânsito e Observador Certificado, Maicon de Paula, foi consultado e defendeu a Educação para o Trânsito como instrumento para diminuir a violência no trânsito.

Regiao_do_grande_abc_registra_mes_de_maio_mais_letal_desde_2015
Observadores Certificados

Região do Grande ABC registra o mês de maio mais letal no trânsito desde 2015

A edição de ontem (20), do Diário do Grande ABC, em São Paulo, destacou que apesar do mês de maio ser marcado como uma época de conscientização para a segurança no trânsito, a Região do Grande ABC registrou o mais letal no trânsito desde 2015. O Observador Certificado Regis Frigeri foi consultado pela reportagem para falar sobre a eficácia das campanhas anuais de conscientização promovidas pelo Maio Amarelo diante do aumento de sinistros de trânsito.

Faixa_azul_deve_chegar_a_200km_na_cidade_de_sao_paulo_ate_o_final_do_ano
Matérias

Faixa Azul deve chegar a 200 km na cidade de São Paulo até o final do ano

A Faixa Azul é um projeto da prefeitura de São Paulo que cria uma pista exclusiva para motos em avenidas movimentadas da cidade. Iniciada em 2022, teve rápida expansão para se tornar uma bandeira eleitoral e deve chegar a 200 quilômetros no fim do ano. O head de Mobilidade Segura do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Pedro Borges, foi um dos especialistas que falou ao Globo na última quarta-feira (19), sobre os resultados apresentados.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Saiba mais

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.