OBSERVATÓRIO | OBSERVATÓRIO comenta o aumento de multas por falta de cadeirinha em veículos na região de São José do Rio Preto
22289
post-template-default,single,single-post,postid-22289,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

OBSERVATÓRIO comenta o aumento de multas por falta de cadeirinha em veículos na região de São José do Rio Preto

OBSERVATÓRIO comenta o aumento de multas por falta de cadeirinha em veículos na região de São José do Rio Preto

Segundo dados das polícias rodoviárias Federal e Estadual, o número de condutores multados pela falta de cadeirinha para transportarem crianças aumentou 19% nas rodovias da região de São José do Rio Preto. Para comentar sobre esse tema, o gerente técnico do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Renato Campestrini, é um dos entrevistados para a matéria do jornal “Diário da Região”.

Conforme o levantamento das polícias da região, até maio deste ano, as infrações chegaram a 166. Em 2018, foram 438, e em 2017, o total foi de 369 multas por falta do item. O Conselho Federal de Medicina (CFM), junto com a Associação Brasileira de Medicina no Tráfego (Abramet) e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), lançaram uma cartilha para orientar sobre o uso correto da cadeirinha.

O gerente-técnico e especialista de trânsito do OBSERVATÓRIO, Renato Campestrini, alerta que uma criança solta no interior do veículo, em caso de impacto, tem o seu peso multiplicado por quinze, agravando as lesões e o risco de morte. “Os dispositivos proporcionam segurança à medida que são desenvolvidos para proteger a criança do chamado efeito chicote que o cinto de segurança comum pode causar”, completa Campestrini.

Leia a matéria em:

https://www.diariodaregiao.com.br/_conteudo/2019/07/cidades/rio_preto/1157920-aumentam-multas-por-falta-de-cadeirinha-nos-veiculos.html

Sem comentários

Escreva um comentário