Artigos

A resposta é a mesma para estas perguntas!

Escrito por Portal ONSV

02 OUT 2018 - 15H53

  1. QUAL É UMA DAS PRINCIPAIS CAUSAS DE MORTE E INVALIDEZ NO PAÍS?
  2. QUAL É A PRINCIPAL CAUSA DE AFASTAMENTOS NO TRABALHO?
  3. QUAL É A OCORRÊNCIA QUE OCUPA 60% DOS LEITOS DE EMERGÊNCIA NOS HOSPITAIS ?
  4. QUAL É UM DOS PRINCIPAIS GERADORES DE GASTOS PREVIDENCIÁRIOS?
  5. O QUE GERA R$ 52 BILHÕES DE GASTOS PÚBLICOS AO ANO?
  6. QUAL É UM DOS PRINCIPAIS VILÕES DA PERDA DE PRODUTIVIDADE NO PAÍS?
  7. O QUE MATA UMA PESSOA A CADA 15 MINUTOS NO NOSSO PAÍS?
  8. O QUE SEQUELA UMA PESSOA POR MINUTO NO BRASIL?
  9. O QUE MATA MAIS DO QUE A VIOLÊNCIA PÚBLICA EM 10 ESTADOS BRASILEIROS?
  10. O QUE PRECISA DE MENOR INVESTIMENTO, COM MAIOR RETORNO, (E O RESULTADO É A IMAGEM) AO GOVERNO FEDERAL?

RESPOSTA: OS ACIDENTES DE TRÂNSITO! ISSO MESMO!

O Brasil é o terceiro país com maior número de mortes em acidentes de trânsito no mundo (atrás apenas de Índia e China). Seguem algumas informações que comprovam gravidade desse problema:

  1. Apenas em 2016, foram 37.345 mortes decorrentes de acidentes de trânsito, das quais, mais de 80% são de homens. Fonte: Ministério da Saúde (2018) – http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sim/cnv/ext10uf.def

  1. Isso corresponde a mais de 100 mortes por dia, 4 mortes por hora ou 1 morte a cada 15 minutos

  1. Além da dor e sofrimento das vítimas e seus familiares, os acidentes de trânsito representam um custo social de mais de mais de R$ 50 bilhões anualmente, de forma que custo per capita que cada brasileiro paga anualmente por isso corresponde a R$ 250,00 – em alguns Estados, pode chegar próximo aos R$ 500,00. Fonte: Observatório Nacional de Segurança Viária (2017) – https://www.onsv.org.br/?s=PER+CAPITA

  1. O índice de mortes no trânsito por 100 mil habitantes no Brasil é 18 vítimas. Países como Suécia, Noruega e Reino Unido apresentam taxas menores do que 3 mortes no trânsito para cada grupo de 100 mil habitantes. Fonte: European Comission (2018) – https://ec.europa.eu/transport/road_safety/sites/roadsafety/files/mapcare_fatal_2016.pdf

  1. Em 10 estados brasileiros (SP, MG, PR, SC, MT, MS, PI, RO, RR e TO) a violência no trânsito mata mais que a violência pública. Fonte: Observatório Nacional de Segurança Viária (2017) – https://www.onsv.org.br/observatorio-afirma-violencia-no-transito-tambem-e-violencia-publica/

  1. Os índices de mortes no trânsito do Brasil na atualidade correspondem aos índices dos Estados Unidos para a década de 70 – um atraso de 40 anos. Fonte: Bastos, J. T. (2018) – http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18144/tde-08042015-103747/pt-br.php

Portanto, o OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária considera que a sociedade necessita de amadurecimento em relação ao problema da falta de segurança no trânsito nas nossas ruas.

Os candidatos e as candidatas devem contribuir para esse amadurecimento, e incluir o tema em suas pautas prioritárias, sendo a qualidade de vida dos cidadãos e cidadãs brasileiras o foco principal das políticas públicas adotadas por seus representantes.

José Aurelio Ramalho

Diretor-presidente

Observatório Nacional de Segurança Viária

Iluminacao_publica_contribui_para_o_transito_seguro
Matérias

Iluminação pública contribui para o trânsito seguro

Com o intuito de orientar os prefeitos e gestores públicos quanto à perenidade das ações do Minas Led*, assim como as melhores práticas no que diz respeito à iluminação pública, a Cemig - Companhia Energética de Minas Gerais, lançou a Revista Minas Led. Em sua primeira edição, traz a entrevista do CEO do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Paulo Guimarães, que fala sobre a contribuição da iluminação pública para o trânsito seguro e mobilidade urbana.

Grande_Sao_Paulo_registra_aumento_de_mortes
Observadores Certificados

Grande São Paulo registra aumento de 32% no número de mortes no trânsito

O Observador Certificado Marco Antonio Ghiraldello falou ontem (17), pela Radioagência Nacional, da EBC – Empresa Brasil Comunicação, veículo público de comunicação, sobre os principais motivos que levaram o trânsito da Grande São Paulo a registrar aumento no número de óbitos nos primeiros cinco meses de 2024, comparado ao mesmo período de 2023.

Jornal_Manha_Bandeirantes_destaca_aumento_de_sinistro_de_transito_na_grande_sao_paulo
Observadores Certificados

Jornal Manhã Bandeirantes destaca aumento de sinistros de trânsito na Grande São Paulo

O jornal Manhã Bandeirantes de ontem (16), consultou o Observador Certificado e coordenador do Núcleo de Esforço Legal do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, Kenedy Santos Pereira, para falar sobre os principais motivos para os cinco primeiros meses de 2024 serem os mais letais dos últimos seis anos no trânsito da Grande São Paulo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Saiba mais

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Portal ONSV, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.